PUBLICIDADE
Logo do

Santos

Meu time

Santos supera expulsão e vence o Libertad na Sul-Americana

O clube santista venceu por 2 a 1 a partida desta quinta-feira, na Vila Belmiro, pelo jogo de ida das quartas de final da competição

12 ago 2021 23h28
| atualizado às 23h51
ver comentários
Publicidade

O Santos venceu o Libertad (PAR) por 2 a 1 na noite desta quinta-feira, na Vila Belmiro, pelo jogo de ida das quartas de final da Copa Sul-Americana. Os gols foram marcados por Carlos Sánchez e Barboza (contra) e. Bocanegra descontou.

O Santos teve dificuldade, mas abriu o placar ainda no primeiro tempo com Carlos Sánchez, em cobrança de pênalti confirmado com o auxílio do VAR. 

Santos venceu o Libertad (PAR) por 2 a 1 na noite desta quinta-feira, 12
Santos venceu o Libertad (PAR) por 2 a 1 na noite desta quinta-feira, 12
Foto: Guilherme Dionizio / Gazeta Press

Na etapa final, o clube santista estava melhor até Kaiky ser expulso. Mesmo com o 1 a 0 no placar, os brasileiros levaram contra-ataque e o zagueiro precisou parar o lance. Para piorar, Bocanegra fez o gol na cobrança de falta.

Com a desvantagem numérica, o Santos marcou como deu e ainda conseguiu chegar à vitória nos acréscimos. Lucas Braga, o melhor em campo, cruzou para Marcos Guilherme dividir com a defesa e a bola entrar em gol contra de Barboza. 2 a 1.

Com o 2 a 1 na Vila, o O Santos se classificaria com um empate no Paraguai na próxima quinta. O 2 a 1 levaria para os pênaltis.1 a 0 daria a vaga ao Libertad.

Antes da decisão pela Sula, o Santos voltará a campo para enfrentar o Fortaleza no domingo, no Castelão, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O JOGO

A primeira chance clara do jogo foi do Libertad, aos oito minutos: Ferreira recebeu nas costas de Felipe Jonatan e parou em grande defesa de João Paulo.

No minuto 11, o clube santista respondeu. Após jogada trabalhada de pé em pé, Marcos Guilherme saiu cara a cara e parou no goleiro Martín Silva.

O Libertad quase abriu o placar aos 23, em finalização bonita de Bocanegra de fora da área. João Paulo se esticou inteiro para espalmar.

O jogo ficou morno até os 39 minutos, quando o árbitro parou o jogo para checar pênalti a pedido do VAR. A penalidade pelo toque no braço de Diego Viera foi confirmada e Carlos Sánchez converteu com categoria no minuto 42.

SEGUNDO TEMPO

O Santos voltou melhor para a etapa final e dominava o jogo, até que em alguns segundos tudo mudou. E mudou a favor do Libertad.

Os paraguaios aproveitaram contra-ataque e Kaiky precisou fazer a falta para fazer o gol aos 12 minutos. O zagueiro foi expulso e Bocanegra acertou a cobrança. O goleiro João Paulo vacilou no lance. 1 a 1.

Mesmo com um a menos, o Santos quase desempatou aos 22 minutos. Lucas Braga arrancou e serviu Felipe Jonatan, que chutou forte para boa defesa de Martin Silva.

No minuto 25, Sánchez cobrou falta com perigo. Aos 27, o Libertad arrancou em contra-ataque e Luiz Felipe fez corte providencial para salvar o Santos.

No minuto 31, Barboza cabeceou com perigo e a bola raspou a trave de João Paulo. Aos 35, Lucas Braga lançou Felipe Jonatan, que invadiu a área e tocou errado. Era uma grande chance para o Santos.

O Santos conseguiu administrar a pressão do Libertad e ainda chegou à vitória nos acréscimos, em novo contra-ataque puxado por Lucas Braga. Marcos Guilherme dividiu com a defesa e a bola entrou caprichosamente em gol contra de Barboza. 2 a 1.

FICHA TÉCNICA

SANTOS 2 x 1 LIBERTAD

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)

Data: 12 de agosto de 2021 (quinta-feira)

Horário: 21h30 (de Brasília)

Árbitro: Leodán González (URU)

Cartões amarelos: Santos: Felipe Jonatan e Wagner Palha. Libertad: Villalba

GOLS:

Santos: Carlos Sánchez, aos 42 minutos do 1T; Barboza (contra), aos 47 minutos do 2T

Libertad: Bocanegra e Vangioni, aos 13 minutos do 2T

SANTOS: João Paulo, Madson, Luiz Felipe, Kaiky e Felipe Jonatan; Camacho, Jean Mota (Ivonei) e Carlos Sánchez (Raniel); Marcos Guilherme, Lucas Braga e Gabriel Pirani (Wagner Palha)

Técnico: Fernando Diniz

LIBERTAD: Martín Silva; Camilo Mayada, Viera, Alexander Barboza e Vangioni; Héctor Villalba (Franco), Bocanegra, Martínez H, Martínez R (Cardozo) e Ferreira; Melgarejo (Merlini)

Técnico: Daniel Garnero

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade