PUBLICIDADE
Logo do

Santos

Meu time

Mais calmo, Santos joga na Bolívia para encaminhar classificação na Libertadores

Após superar o Boca Juniors, equipe de Fernando Diniz enfrenta The Strongest na altitude de La Paz

18 mai 2021 05h13
| atualizado às 05h13
ver comentários
Publicidade

Mais tranquilo após vencer o Boca Juniors, o Santos volta a campo pela Copa Libertadores, às 19h15 desta terça-feira, para rever o The Strongest na altitude de La Paz, na Bolívia. Se antes corria sério risco de ser eliminada ainda na fase de grupos, agora a equipe brasileira pode até encaminhar a classificação, em caso de nova vitória.

O triunfo por 1 a 0 sobre o Boca, há uma semana, deu novo fôlego ao Santos. O time subiu para o segundo lugar do Grupo C, desbancando o próprio rival argentino. As duas equipes têm seis pontos, mas os brasileiros levam vantagem nos critérios de desempate. A liderança da chave está com o Barcelona, do Equador, com nove.

Na prática, o Santos agora depende apenas de si mesmo para alcançar as oitavas de final. E uma vitória sobre o The Strongest deixará essa vaga mais perto. A confiança está em alta, e não somente pela vitória sobre o Boca. Quando enfrentou o mesmo time boliviano, em casa, no dia 4 deste mês, o Santos goleou por 5 a 0.

O desafio do momento será encarar desta vez a altitude de 3.650 metros da cidade de La Paz. O histórico santista em solo boliviano não é dos melhores. Ganhou apenas dois dos últimos sete jogos disputados na Bolívia, incluindo uma derrota por 2 a 1 para o próprio rival desta terça. O último confronto entre eles na altitude terminou em 1 a 1, em 2017.

Outra preocupação santista é a ausência de Fernando Diniz. O treinador foi expulso logo em seu jogo de estreia, na terça passada, e não poderá comandar a equipe do banco de reservas. Seu substituto será o auxiliar Márcio Araújo. Diniz deve acompanhar o jogo das tribunas do estádio Hernando Siles.

Se teve apenas um dia de trabalho antes de estrear, agora o treinador encarou uma semana de treinos para preparar o Santos para o segundo jogo sob o seu comando. Por isso, a partida desta terça já deve revelar uma equipe com novas características, com o perfil de Diniz.

Como o Santos foi eliminado de forma precoce no Paulistão, o treinador terá também mais tempo para o seu terceiro jogo no comando da equipe. Depois de enfrentar o The Strongest, a partida seguinte será somente no dia 26, contra o Barcelona, no Equador, também pela Libertadores. O confronto deve definir os classificados do grupo ao mata-mata.

Para esta terça, Diniz terá o reforço do volante Alison, recuperado de dores no joelho direito. Ele foi desfalque nos últimos quatro jogos do Santos. O zagueiro Luan Peres será titular, apesar do mal-estar que apresentou nos últimos dias. Por outro lado, o treinador não terá Marinho mais uma vez. O atacante será baixa pela terceira partida seguida devido a uma lesão muscular na coxa esquerda.

Em último lugar no grupo, com três pontos, o The Strongest precisa vencer nesta terça para manter a chances de classificação. Apesar do bom momento em nível nacional, por liderar o Campeonato Boliviano, o time tem apenas uma vitória e três derrotas na Libertadores. Suas apostas estão no experiente Daniel Vaca, no atacante brasileiro Willie Barbosa - com passagens por Ceará e CRB - e no colombiano Jair Reinoso.

A dúvida é o zagueiro espanhol David Mateos, que deixou a última partida com dores e não sabe se terá condições de entrar em campo na noite desta terça.

FICHA TÉCNICA:

THE STRONGEST-BOL X SANTOS

THE STRONGEST - Daniel Vaca; Saúl Torres, David Mateos, Fernando Martelli, Gonzalo Castillo, José Sagredo; Diego Wayar, Richet Gomez, Willie Barbosa, Ramiro Vaca; Jair Reinoso. Técnico: Gustavo Florentin.

SANTOS - João Paulo; Pará, Kaiky, Luan Peres, Felipe Jonatan; Vinicius Balieiro, Alison, Jean Mota, Gabriel Pirani; Kaio Jorge e Lucas Braga. Técnico: Márcio Araújo (auxiliar).

ÁRBITRO - Diego Haro (Peru).

HORÁRIO - 19h15.

LOCAL - Estádio Hernando Siles, em La Paz, na Bolívia.

Estadão
Publicidade
Publicidade