PUBLICIDADE
Logo do

Santos

Meu time

Fernando Diniz avalia derrota do Santos para o Atlético-GO: "Às vezes não conseguimos explicar o futebol"

25 jul 2021 21h32
| atualizado às 21h32
ver comentários
Publicidade

O técnico Fernando Diniz lamentou demais a derrota do Santos por 1 a 0 para o Atlético-GO neste domingo, na Vila Belmiro, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Peixe criou inúmeras chances contra o Dragão, mas esbarrou na falta de pontaria. Foram 29 finalizações e apenas duas na direção do gol.

"Partida muito boa hoje. Boa mesmo. Cedemos poucas chances ao Atlético-GO, bem no final tiveram dois lances perigosos. Time foi incisivo, contundente, contra um time que tinha proposta de jogar atrás. Equipe tentou o tempo todo, mas às vezes não conseguimos explicar o futebol… Criamos muitas chances, cedemos poucas e perdemos por 1 a 0. Sobre o impacto do resultado, só saberemos na frente. Perdemos pontos para Sport e Juventude, perder pontos em casa sempre é ruim. Tivemos mais chances ainda e não conseguimos fazer o gol. Temos que fazer sempre o que fizemos hoje, mas sermos mais eficazes", avaliou Diniz.

"Tivemos mais dificuldades contra o Juventude. Quem joga com linhas baixas dificulta para todo mundo. Desde o começo da partida marcaram baixo, fomos até surpreendidos. No segundo tempo criamos mais chances, a gente melhorou e tentou até o fim do jogo. Dos três (jogos) dessa característica (Juventude, Sport e Atlético-GO), foi nosso melhor. Tivemos ações, escanteios, chances, de 15 escanteios tivemos seis ou sete chances. Mas o futebol, como a vida, tem coisa que não conseguimos entender. Temos que aumentar a possibilidade de ganhar, porque nunca temos certeza no futebol. Futebol dá para criar, criar, criar e não conseguir vencer como hoje", completou.

O Santos voltará a campo para enfrentar o Juazeirense na quarta-feira, novamente na Vila, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade