4 eventos ao vivo

Relembre jogos internacionais marcantes da Lusa em seus 100 anos

Clube do Canindé enfrentou adversários como Real Madrid, Inter de Milão, Juventus e Boca Juniors em excursões e torneios amistosos

14 ago 2020
10h10
atualizado às 10h10
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Ao longo de seus 100 anos de história, completados nesta sexta-feira, 14, a Portuguesa teve diversos jogos internacionais, muitos diante de adversários conhecidos, como Real Madrid, Juventus, Inter de Milão, Benfica e Boca Juniors.

Os primeiros jogos internacionais da Portuguesa ocorreram ainda na década de 1920, diante de adversários como o Vitória de Setubal, de Portugal e o Barracas, da Argentina. Também houve confronto com o 'Peñarol Universitário' - que não tinha ligação com o Peñarol original.

Já o jogo internacional mais recente da Portuguesa ocorreu em julho de 2019, quando o time foi à Bolívia e empatou com o Oriente Petrolero por 0 a 0 em amistoso. Antes, em julho de 2018, o time venceu o River Plate, do Uruguai, em partida no Canindé. O Estadão relembra alguns dos principais jogos internacionais do time abaixo.

Portuguesa 4 x 3 Atlético de Madrid - 1951

A Portuguesa conquistou um de seus mais expressivos resultados internacionais, a conquista do Troféu San Isidro diante do Atlético de Madrid, à época, campeão espanhol das temporadas 1949/50 e 1950/51. A competição festiva ocorria em um feriado em homenagem ao padroeiro da cidade de Madrid, e teve estádio lotado e arbitragem 'ajudando' o time da casa, segundo relatos. Com dois gols de Nininho e dois de Pinga, a Lusa venceu por 4 a 3.

Na mesma excursão, o time superou os principais clubes da Turquia, Fenerbahçe, Galatasaray e Besiktas, e conquistou outras cinco vitórias na Suécia, além de um empate diante do Valência.

Portuguesa 2 x 1 Millonarios - 1953

Em 1953, durante excursão na América do Sul, a Lusa enfrentou o Millonarios, na disputa de um torneio quadrangular na Colômbia, que havia passado por um golpe de estado semanas antes. À época, o time tinha diversos bons jogadores do futebol argentino, inclusive Alfredo Di Stefano. A vitória por 2 a 1, com dois gols de Julinho Botelho, surpreendeu os colombianos.

A Portuguesa também venceu, entre outras equipes, Alianza Lima, Universitário, Independiente de Santa Fé e Barcelona de Guayaquil na mesma excursão, além de um empate contra o Atlético Nacional.

Portuguesa 0 x 1 Real Madrid - 1997

A negociação de jogadores como Zé Roberto e Rodrigo Fabri ao Real Madrid, em 1997, rendeu um amistoso à Portuguesa no estádio da equipe espanhola, valendo o Troféu Santiago Bernabéu. Sem o time titular, o Real Madrid ainda tinha peças conhecidas, como Hierro, Morientes e o sérvio Petkovic. A Lusa teve dificuldades em criar chances, a melhor delas, uma cabeçada de Tuta. Perdeu por 1 a 0, com gol de Canabal, em jogo que deixou a desejar em qualidade.

Portuguesa 3 x 2 Inter de Mião - 1963

Em 1963, a Portuguesa enfrentou campeão e vice-campeão do campeonato italiano de 1962/63, Internazionale (vitória por 3 a 2) e Juventus (empate em 0 a 0). Os jogos foram destaque em excursão contra time de países como Alemanha, Espanha, França, Portugal e Bulgária. Antes, em 1948, a Portuguesa enfrentou outro grande time do futebol italiano, o multicampeão italiano Torino, um ano antes do conhecido acidente de avião que vitimou a equipe. Na ocasião, foi derrotada por 4 a 1.

Portuguesa 1 x 7 Arsenal - 1954

Durante excursão realizada em 1954, a Portuguesa sofreu uma goleada para o Arsenal, da Inglaterra, por 7 a 1. Na mesma excursão, o time venceu o Watford, por 5 a 2, e o Sheffield Wednesday, por 6 a 0. Na Europa, também jogou contra times da Bélgica, França, Turquia e Alemanha, como o Shalcke 04 e o Fortuna Düsseldorf, que venceu por 2 a 1.

Portuguesa 1 x 3 Benfica

Em 9 de janeiro de 1972, a Portuguesa inaugurou o estádio do Canindé diante do Benfica, de Portugal. Com gol de Marinho Peres, o time perdeu por 3 a 1. Nos dias seguintes, foram feitos outros amistosos, como vitória por 2 a 0 sobre o Racing, da Argentina, 1 a 0 sobre o Steaua Bucaresti, da Romênia, e 2 a 0 sobre o Zeljeznicar, da Iugoslávia - jogo que contou com participação de Rivellino, que marcou gol com a camisa da Lusa.

Em 1981, o time venceu o Sporting de Lisboa por 2 a 0 em torneio que marcou a inauguração dos refletores do estádio.

Portuguesa 3 x 4 Boca Juniors

Durante a realização do Torneio Internacional Robeto Gomes Pedrosa, que reuniu os cinco maiores times paulistas, e equipes da Argentina e Uruguai, em 1956, a Portuguesa teve a chance de vencer o Nacional, por 3 a 2, e o Newell's Old Boys, por 2 a 1. Diante do Boca Juniors, derrota disputada por 4 a 3.

Portuguesa em competições da Conmebol

Apesar de seus jogos internacionais mais marcantes terem ocorrido em amistosos ou torneios extraoficiais, a Portuguesa disputou duas competições oficiais da confederação sul-americana.

A primeira foi a Copa Conmebol, em 1997, após adquirir a vaga como vice-campeã brasileira no ano anterior. Jogando com time titular e com a famosa camisa de quatro cores, o time foi goleado por 4 a 1 pelo Atlético-MG na estreia, no Canindé. Na volta, 0 a 0 e a eliminação. Mais tarde, o Galo seria campeão, vencendo todos os seus jogos em casa.

A segunda foi a Copa Sul-Americana de 2013. 16ª colocada no Brasileirão de 2012, a Lusa conseguiu a vaga por conta de critério que envolvia os times eliminados precocemente na Copa do Brasil. Novamente, porém, enfrentou um time brasileiro, o Bahia. Desta vez, com um time cheio de reservas (assim como o rival), perdeu por 2 a 1 no Canindé e empatou a volta por 0 a 0 em Salvador na semana seguinte. Entre os jogos, as equipes se enfrentaram com os times titulares no Canindé, com vitória lusitana por 4 a 2.

Veja também:

Veja quem mais jogou na Copa do Brasil
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade