0
Logo do Paraná
Foto: Divulgação

Paraná

Londrina vence o Paraná e garante vaga para sequência da Primeira Liga

21 fev 2017
21h11
atualizado às 21h11
  • separator
  • comentários

O Londrina garantiu a vaga para a próxima fase da Primeira Liga ao bater o Paraná Clube por 2 a 1, no estádio do Café. Com o resultado, a equipe alviceleste chegou aos nove pontos, 100% de aproveitamento no grupo D. Já o Tricolor da Vila, com três pontos, ainda tem um jogo a cumprir em busca da classificação.

Com um time bastante modificado, o Tricolor ainda buscava um melhor entrosamento nos primeiros movimentos. O Tubarão por sua vez, tentava pressionar, mas sem levar perigo real ao gol paranista. Aos dois minutos, Ayrton partiu para cima da zaga, deixou três jogadores para atrás, mas o cruzamento não encontrou ninguém pelo caminho. Aos cinco minutos, Rayan quase fez bobagem ao recuar para Marcos, que viu a bola sair em escanteio.

Sem conseguir a penetração da defesa tricolor, Rafael Gava arriscou o chute de longe, aos nove minutos, mas pegou torto na bola. O Paraná estava bastante recuado. Aos 12 minutos, Gava tentou de novo, desta vez com mais perigo. Aos 18 minutos, Gava invadiu a área e foi travado por Artur Jesus na hora do arremate.

O Londrina dominava as ações, criava, mas tinha dificuldade na última bola. O Tricolor seguia fechado. Em uma rara chegada paranista, aos 26 minutos, Jonas Pessalli abriu espaço e chutou, pela linha de fundo. Mas, aos 31 minutos, Paulo Rangel pegou sobra de bola após cobrança de escanteio e, de cabeça, empurrou para o fundo das redes para abrir o placar. Catanhede tentou responder, aos 35 minutos, e Alan parou o chute. Novamente após escanteio, aos 45 minutos, Paulo Rangel apareceu para marcar o segundo.

Para o segundo tempo, os times retornaram sem mudanças. Quem chegou com perigo primeiro foi o Tubarão, aos seis minutos, com um chute venenoso de Fabinho, no ângulo, acertando a rede, pelo lado de fora. Aos 12 minutos, Bruno Catanhede entrou na área e foi derrubado por Ayrton. O arbitro anotou o pênalti. Na cobrança, Jonas Pessalli descontou. O Tricolor cresceu e, aos 15 minutos, Catanhede testou firme e o goleiro alviceleste operou um milagre no Café.

O Londrina respondeu, aos 19 minutos, com mais um chute de Fabinho, para fora. Wagner Lopes apostou na entrada de Felipe Alves que, em seu primeiro lance, aos 25 minutos, carimbou a trave. Aos 31 minutos, Felipe Alves tentou ais uma arremata, mas desta vez foi travado pela defesa londrinense, que conseguiu segurar a pressão nos últimos minutos para levar a classificação.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade