0

Palmeiras e Corinthians: tão próximos e tão distantes

Times dominam últimos brasileiros, mas distância nunca foi tão grande

23 nov 2018
15h13
atualizado às 16h56
  • separator
  • 11
  • comentários

De 2015 pra cá tem sido assim: em ano ímpar, o Corinthians é campeão. Em ano par, dá Palmeiras. Ok, o de 2018 não está resolvido matematicamente, mas só um desastre tira o título do Verdão que precisa de dois pontos nas duas últimas rodadas pra não ter que torcer por um tropeço do Flamengo.
 
Além de ser o virtual campeão, o Palmeiras ainda vê o maior rival fazer a sua pior campanha dos pontos corridos, desde que foi rebaixado, em 2007. A curiosidade é que o Timão pode até se safar com os atuais 43 pontos, contra os 44 que somou no ano da queda para a segunda divisão. Mas para se livrar de uma vez basta um empate contra a Chapecoense no domingo.

Luan, do Palmeiras, comemora gol
Luan, do Palmeiras, comemora gol
Foto: GUILHERME RODRIGUES/FUTURA PRESS / Estadão Conteúdo
Goleiro Cassio durante Botafogo x Corinthians
Goleiro Cassio durante Botafogo x Corinthians
Foto: CELSO PUPO/FOTOARENA / Estadão Conteúdo

Outro motivo para os palmeirenses comemorarem é que desde 2006, quando o Brasileiro passou a ser disputado por vinte clubes em pontos corridos, nunca a distância entre eles foi tão grande: 31 pontos para ser mais exato. Diferença que pode aumentar ou diminuir nos dois últimos jogos.
 
Por enquanto, o Corinthians ainda possui a maior diferença. No Brasileiro de 2014, terminou em quarto lugar com 69 pontos, contra 40 pontos do Palmeiras, que foi apenas o décimo-sexto colocado, ou seja, uma vantagem de 29 pontos.
 
Tão próximos e tão distantes. Enquanto o Palmeiras segura uma cômoda vantagem de 5 pontos para ficar com o título, o Corinthians tem 5 pontos a mais do que o Sport, primeiro time que hoje seria rebaixado.
 
Para tentar dominar o Brasileiro do ano que vem, o Timão flerta com o técnico campeão do ano passado, Fábio Carille. Uma receita parecida com a que o Palmeiras utilizou neste ano, quando recorreu a Felipão, o treinador que conquistou a única Libertadores do Verdão, no já distante ano de 1999.
 

 

Paradinha Esportiva
  • separator
  • 11
  • comentários
publicidade