0

Torcedores do Palmeiras protestam contra Mattos e Galiotte após tropeço

6 out 2019
20h03
atualizado às 20h09
  • separator
  • 0
  • comentários

Após dois empates consecutivos, contra Internacional e Atlético-MG, o último neste domingo, um grupo de torcedores organizados do Palmeiras protestou no portão principal do Allianz Parque. E os alvos foram novamente o presidente Maurício Galiotte e o diretor de futebol Alexandre Mattos.

Torcedores do Palmeiras protestaram na Rua Palestra Itália (Foto: Joca Duarte/Photopress/Gazeta Press)
Torcedores do Palmeiras protestaram na Rua Palestra Itália (Foto: Joca Duarte/Photopress/Gazeta Press)
Foto: Gazeta Esportiva

"Ah que bom seria se o Mattos voltasse para as Marias", gritaram os palmeirenses fazendo referência à passagem do dirigente pelo Cruzeiro, onde foi bicampeão brasileiro. "Mattos ladrão, cai fora do Verdão", reforçaram.

O alvo principal da insatisfação foi o dirigente de futebol, mas o presidente Galiotte não passou ileso. "Ei, Maurício, vai tomar no….", esbravejaram os presentes.

Após cerca de 20 minutos de gritos de ordem, a Polícia Militar apareceu na Rua Palestra Itália e os torcedores, ligados à torcida Mancha Verde, se dispersaram.

Depois das eliminações na Copa do Brasil e na Libertadores, resultados que culminaram na queda de Luiz Felipe Scolari e na contratação de Mano Menezes, a organizada pediu a saída de Alexandre Mattos, mas o dirigente foi bancado por Maurício Galiotte.

Dentro de campo, o Palmeiras segue na vice-liderança com o empate diante do Galo e foi aos 47 pontos, mas viu o Flamengo (52) abrir cinco de vantagem na ponta e o Santos (44) encostar na briga pela segunda posição. O Peixe, inclusive, é o próximo adversário da equipe, em duelo marcado para esta quarta-feira, ás 21h30 (de Brasília), na Vila Belmiro.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade