PUBLICIDADE
Logo do

Palmeiras

Meu time

O que se pode fazer com o "valor da cusparada" de Deyverson

No clássico contra o Corinthians no último sábado (02), atleta palmeirense cuspiu no jogador rival Richard

6 fev 2019 12h55
| atualizado às 13h34
ver comentários
Publicidade

Jamais na história deste país alguém pagou tão caro por causa de uma cusparada. A multa aplicada pelo Palmeiras ao atacante Deyverson, por sua atitude agressiva contra Richard, do Corinthians, no clássico de sábado (2), na Arena Palmeiras (3), foi de R$ 350 mil.

No jogo válido pela 5ª rodada do Paulista, Deyverson acabou expulso depois do incidente e prejudicou seu time, que saiu derrotado por1 a 0.

No clássico contra o Corinthians, Deyverson cuspiu no jogador rival Richard
No clássico contra o Corinthians, Deyverson cuspiu no jogador rival Richard
Foto: Guilherme Rodrigues / Gazeta Press

A decisão da diretoria do Palmeiras já está tomada e o ato impensado do jogador não se discute. Mas tem muita gente considerando exagerado o montante da multa. 350 mil reais é muito dinheiro.

Veja, abaixo, a cotação da cusparada mais valorizada do futebol brasileiro:

R$ 350 mil equivale a (à):

  • 1.400 camisas oficiais do Palmeiras;
  • Dez mil focinheiras acolchoadas para cães;
  • Seis vezes todo o salário que Deyverson recebeu durante um ano no Benfica B, de Portugal, em 2012/2013;
  • 1950 cuspideiras odontológicas;
  • 70 passagens de ida e volta Rio-Paris;
  • 900 multas para quem cuspir na ruas de Waltham Forest, distrito de Londres;
  • 12 carros populares, 0 km;
  • 4.500 coleções completas de Bob Cuspe, personagem em quadrinhos do cartunista Angeli;
  • 2.200 bolas oficiais da Copa do Mundo de 2018;
  • 20 mil mudinhas de cipó-rosa, também conhecida como cuspideira, planta trepadeira comum no Sudeste e Sul do Brasil.

Veja também:

Veja os clubes que mais gastaram no mercado da bola:

 

Fonte: Silvio Alves Barsetti
Publicidade
Publicidade