PUBLICIDADE
Logo do Palmeiras

Palmeiras

Favoritar Time

Endrick, Estêvão e Luis Guilherme: 'geração de ouro' é cobiçada pela Europa e renderá milhões ao Palmeiras

Velho Continente está de olho em joias do Verdão, que possuem multas milionárias

20 nov 2023 - 18h04
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Lance!

Foto: Lance!

Com Endrick, Estêvão e Luis Guilherme, o Palmeiras está bem servido de jovens talentos para os próximos anos. Além dos frutos esportivos, o trio certamente renderá milhões de reais aos cofres do clube.

Endrick teve a ascensão mais rápida e foi o primeiro da "geração de ouro" a ser vendido. Luis Guilherme e Estêvão contam com interesse europeu e devem seguir o caminho do colega no futuro.

CENTROAVANTE DO REAL

Endrick chegou ao profissional do Palmeiras ainda na reta final da última temporada. Aos 16 anos na época, ele conquistou espaço entre os titulares e teve participação decisiva no título do Brasileirão 2022.

Pouco tempo após a conquista da taça nacional, o Verdão acertou a saída do jogador para o Real Madrid, da Espanha, por R$ 72 milhões (R$ 409 milhões) — entre bônus e valores fixos. Hoje protagonista alviverde e convocado para Seleção Brasileira principal, o atacante deixa o Palmeiras na metade da próxima temporada, quando completará 18 anos.

ESTRELA BRILHANDO

Além de Endrick, o nome que está em destaque é o de Estêvão, de 16 anos. O jovem atacante é esperança do Palmeiras para subir ao profissional nos próximos ano. Hoje, ele brilha nas categorias de base e na Seleção Brasileira Sub-17.

Ainda com 15 anos, Estêvão recebeu proposta do PSG na reta final de 2022. A oferta girava em torno de 40 milhões de euros (R$ 224 milhões, pela cotação da época), e o clube francês pretendia contratar Endrick junto no "pacote".

Pensando que poderia faturar mais em negociações separadas, o Verdão recusou a investida e vê Estêvão se valorizar ainda mais no Mundial Sub-17. A multa rescisória é igual à de Endrick e beira os 60 milhões de euros (R$ 318 milhões, na cotação atual). O atacante poderá deixar o Palmeiras somente na metade de 2025.

MAIS UM PROMISSOR

Servindo o Brasil Pré-Olímpico, Luis Guilherme tem tanta expectativa por parte do Palmeiras como a dupla Endrick e Estêvão. Ele subiu ao profissional com o técnico Abel Ferreira, que colocou a joia em campo 27 vezes nesta temporada.

O Verdão renovou o vínculo de Luis Guilherme até 2026. A Cria da Academia foi observada por olheiros de cinco clubes grandes da Europa, que vieram ao Brasil acompanhar o desempenho do atleta na semifinal da Libertadores, contra o Boca Juniors (ARG). A cláusula para tirar o meia-atacante do Alviverde é de 55 milhões de euros (R$ 291 milhões).

Lance!
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade