2 eventos ao vivo

Dracena será julgado no STJD por chamar Ricardo Oliveira de "otário"

1 ago 2018
16h59
  • separator
  • comentários

Quando entrar em campo para enfrentar o Bahia, pela Copa do Brasil, o zagueiro Edu Dracena já terá sido julgado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva nesta quinta-feira, no Rio de Janeiro. O defensor foi enquadrado no artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

Dracena foi indiciado por declarações após o confronto com o Atlético-MG, disputado no dia 22 de julho, no Allianz Parque, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. O palmeirense chamou o atleticano Ricardo Oliveira de "otário", depois de ouvir do mesmo que estava retardando o reinício de jogo.

"Ele gosta de fazer polêmica, fala demais. O Ricardo, quando vem jogar contra o Palmeiras, gosta de fazer gracinha. Ele já tem idade, essas picuinhas não valem nada, principalmente para nós, jogadores profissionais", disse o palmeirense na ocasião. "Peguei a bola e chutei para cima, já tinha acabado o jogo. O Ricardo fala demais, é um cara que a gente conhece já. É otário".

O artigo 258 do Código aponta uma possível suspensão de uma a seis partidas por conduta contrária à ética e/ou disciplina. Mesmo se punido, porém, Dracena ainda poderá encarar o Bahia na Arena Fonte Nova, às 19h15 desta quinta-feira, já que não haverá tempo hábil para que o clube seja notificado legalmente sobre o caso.

Também por declarações após o jogo, Sergio Sette Camara, presidente do Atlético-MG, e o volante Elias também serão julgados. Expulso após a partida por causa de críticas ao árbitro Pericles Bassols, o volante Matheus Galdezani também terá seu caso analisado pelo STJD e corre o risco de pegar uma suspensão de um a seis jogos.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade