PUBLICIDADE
Logo do

Palmeiras

Meu time

Dez anos após último jogo, Marcos agradece torcida alviverde

Ídolo histórico do clube, o ex-goleiro diz ser um "sujeito de sorte" pelo carinho que recebeu de torcedores palmeirenses durante a carreira

18 set 2021 15h23
| atualizado às 17h35
ver comentários
Publicidade

ídolo e multicampeão pelo Palmeiras, Marcos fez seu último jogo oficial pelo clube há 10 anos, em um empate por 1 a 1 diante do Avaí, em Santa Catarina. O ex-goleiro alviverde relembrou a data em seu Instagram pessoal e afirmou ser "um sujeito de sorte" por receber o carinho dos torcedores, mesmo após o longo período afastado dos gramados.

Foto publicada por Marcos em sua rede social ao lembrar sua despedida do Palmeiras
Foto publicada por Marcos em sua rede social ao lembrar sua despedida do Palmeiras
Foto: Reprodução/Instagram/@marcosgoleiro_12

"Hoje faz 10 anos do meu último jogo oficial, falar bem a verdade, eu nem era tudo isso não, mas tinha que me dedicar porque a turma do amendoim e as cornetas eram pesadas. Brincadeiras à parte, vocês sabem, tenho o maior orgulho de ter parado de jogar já há 10 anos e, mesmo assim, ainda ter o carinho da maioria da torcida. Obrigado, mesmo, pela lembrança desse último jogo, nem eu lembrava, mas vocês lembram, sou um sujeito de sorte por ter tido vocês do meu lado", escreveu o jogador, em post nas redes sociais.

Goleiro titular do Brasil na conquista do pentacampeonato mundial na Copa de 2002, Marcos conquistou 13 títulos com a camisa do time profissional do Palmeiras, sendo o principal deles o da Copa Libertadores de 1999, quando brilhou com defesa decisivas nas partidas decisivas da competição.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Campeonato Brasileiro em 1993 e 1994; Campeonato Paulista em 1993, 1994, 1996 e 2008; Copa do Brasil em 1998; Copa Mercosul em 1998; Copa Libertadores da América em 1999; Torneio Rio-São Paulo em 2000 e Copa dos Campeões em 2000.

Além das conquistas pelo clube paulista, Marcos foi titular e destaque no título Mundial de 2002 pela Seleção Brasileira. Ainda pela amarelinha, o jogador faturou a Copa das Confederações de 2005 e Copa América de 1999.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade