PUBLICIDADE
Logo do Palmeiras

Palmeiras

Favoritar Time

Abel Ferreira explica ausência de Dudu: 'não se sente 100% confortável'

O camisa 7 foi relacionado pela primeira vez após a grave lesão no joelho direito, mas acabou não saindo do banco de reservas.

14 jun 2024 - 01h54
(atualizado às 07h29)
Compartilhar
Exibir comentários
Abel Ferreira durante confronto contra o Vasco da Gama.
Abel Ferreira durante confronto contra o Vasco da Gama.
Foto: Cesar Greco/Palmeiras. / Esporte News Mundo

O treinador Abel Ferreira concedeu entrevista coletiva após a vitória do Palmeiras sobre o Vasco da Gama na noite desta quinta-feira(13), no Allianz Parque. Foi a primeira vitória do Verdão atuando como mandante no Campeonato Brasileiro.

Abel Ferreira comentou sobre a reformulação que está sendo feita no plantel do Verdão, falou sobre o desempenho da equipe no confronto e explicou o motivo de Dudu não ter entrado na partida.

Para saber tudo sobre o Palmeiras acompanhe o Portal Esporte News Mundo no Twitter, Facebook e Instagram.

Vendas de jogadores

- Já fizemos muito dinheiro e muita venda, agora chega. Essa não é minha função, a minha é achar as alternativas. Perdemos um, mas ganhamos outra. Eu sei que os marinheiros mais novos estão afim de remar para o mesmo lado. Posso compartilhar com vocês que na Europa e até em Portugal mesmo tem dirigentes ligando para saber dos nossos jogadores. Mas não podemos mais. Veio para o Murilo e não posso deixar sair, Veiga, Rony, Zé Rafael, Piquerez, para o Flaco López e não posso deixar sair-, afirmou Abel Ferreira.

O jogo

-Alguns jogadores baixaram o ritmo mesmo e é normal. Fazia muito tempo que a gente não tinha uma intensidade tão grande nos 25 minutos iniciais. Teve dinâmica, qualidade… Fomos agressivos. Nessa equipe, quando falta técnica, vai na transpiração. Não posso negar que o vento está forte, queremos ir naquele sentido e temos que ajustar as velas-, analisou o técnico português.

Dudu

-Eu tive uma conversa com ele há dois dias, ontem de novo, hoje falei com ele. A verdade é que ele não se sente 100% confortável. Fez um jogo-treino muito bom, mas há ainda coisas que o apoquentam. Hoje tivemos uma conversa, falou que estava disponível, mas talvez não confortável para jogar. Disse que queria estar com a equipe, falei que era um dos capitães, uma das referências. Quero que esteja com o grupo. Sempre bom ver o carinho da torcida e podem ter certeza que o que eu mais quero é que ele volte, volte bem e com confiança. Hoje não o meti por uma conversa que tivemos. É assim que vamos nos ajudar-, explicou o comandante Alviverde.

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade