PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Motociclismo

Moreira prevê MSi "um passo melhor" em 2023 e traça meta na Moto3: "Ser mais constante"

Em entrevista exclusiva ao GRANDE PRÊMIO, o brasileiro avaliou que tem velocidade, mas precisa trabalhar na consistência para as corridas. Indo para o segundo ano no Mundial de Motovelocidade, #10 confia que terá também uma melhora na KTM

11 jan 2023 - 05h31
Compartilhar
Exibir comentários
Diogo Moreira espera a MSi mais forte em 2023
Diogo Moreira espera a MSi mais forte em 2023
Foto: KTM / Grande Prêmio

Diogo Moreira avaliou que precisa "ser mais constante" para poder brigar pelo título da Moto3 na temporada 2023. O brasileiro avaliou que tem velocidade, mas precisa trabalhar em outros aspectos de performance no segundo ano no Mundial de Motovelocidade.

O piloto de 18 anos fechou 2022 na oitava colocação do Mundial de Pilotos da Moto3, com 112 pontos, 207 a menos que Izán Guevara, o campeão. Além disso, Diogo foi o 'Novato do Ano', superando Dani Holgado, o segundo na disputa, por nove pontos.

Diogo Moreira acredita que precisa ser mais consistente em 2023
Diogo Moreira acredita que precisa ser mais consistente em 2023
Foto: MSi / Grande Prêmio

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Com seis top-6 no ano e um quinto lugar na Malásia como melhor resultado em 2022, Moreira reconheceu que fez uma temporada de estreia mais forte do que esperava, mas, ao GRANDE PRÊMIO, mostrou que sabe exatamente onde quer melhorar para este ano.

"Ser mais constante nas corridas", respondeu. "Eu sei que eu tenho velocidade, eu sei que eu ando rápido, só que falta ser mais constante em todo o campeonato", reconheceu.

"Acho que isso é a chave para tentar ganhar o campeonato", observou.

Moreira, contudo, não foi o único novato de 2022. A equipe MSi também era estreante, mas, tal qual o piloto, não fez feio. Na disputa entre os times, fechou na sexta colocação, atrás apenas de veteranas como Aspar, Leopard, MAX, Red Bull KTM Ajo e Tech3.

Questionado pelo GRANDE PRÊMIO sobre os aspectos em que equipe e moto precisam melhorar para 2023, Moreira respondeu: "Acho que ano que vem a equipe vai dar um passo melhor. É o segundo ano, já tem mais informação da moto, das pistas".

"Acho que no ano que vem a gente vai ter uma melhora também na moto. E acho que isso já vai ajudar um pouquinho", considerou. "Também, a minha cabeça vai ter que mudar um pouquinho para estar melhor", completou.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.
Grande Prêmio
Compartilhar
Publicidade
Publicidade