PUBLICIDADE

Marc Márquez se emociona após nove meses ausente: "Maior passo na recuperação"

Marc Márquez voltou à MotoGP depois de mais de 260 dias. Discreto, o espanhol largou no meio do pelotão, se envolveu em poucas disputas e terminou o GP de Portugal em sétimo. Mesmo assim, saiu contente, apesar de algumas dores no braço direito

18 abr 2021
0comentários
Publicidade
Marc Márquez se emocionou muito após finalizar a primeira corrida em nove meses
Marc Márquez se emocionou muito após finalizar a primeira corrida em nove meses
Foto: Repsol / Grande Prêmio

Após nove meses sem correr, Marc Márquez retornou à MotoGP neste fim de semana, no GP de Portugal, e terminou a prova na sétima posição. Depois de fazer boa largada, o espanhol perdeu ritmo durante a corrida e encerrou 13 segundos atrás do vencedor Fabio Quartararo.

Apesar do resultado modesto, o hexacampeão mundial da MotoGP ficou satisfeito com o resultado e disse que fez parte da recuperação da fratura sofrida no braço direito ainda no ano passado.

"Claro, emocionado é a palavra correta. Eu sou uma pessoa que gosta de manter essas emoções internamente, mas quando cheguei aos boxes com meus mecânicos, estourei e não consegui me controlar. Faz muito tempo que estou sonhando com isso, terminando uma corrida da MotoGP e dando meu maior passo na recuperação para me sentir novamente um piloto", disse o piloto da Honda na coletiva.

Márquez foi recebido com muito carinho pelos mecânicos da Honda após a prova
Márquez foi recebido com muito carinho pelos mecânicos da Honda após a prova
Foto: Repsol / Grande Prêmio

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

"A parte mais difícil foi no começo, pois eu não estava no lugar, como quando você vai jogar futebol com os mais velhos na escola, eles te passam quando querem. Então, nas primeiras voltas eu não me sentia no ambiente, não tinha ritmo e nem controle da moto. Depois fiquei calmo, não batalhei e encontrei meu ponto para aumentar o rendimento passo a passo", completou.

Márquez ainda revelou que tentou forçar o ritmo nas voltas finais do GP de Portugal, mas optou por ficar na sétima posição. Com isso, alcançou 9 pontos e ocupa a 14ª colocação no campeonato após três etapas realizadas.

"No fim, me senti bem e tentei me aproximar do [Aleix] Espargaró de novo, mas rapidamente meu corpo disse 'fique aqui'. Nas últimas seis voltas, eu só estava sentado na moto tentando terminar a corrida, que foi o mais importante", declarou.

A MotoGP volta às pistas em 2 de maio, para o GP da Espanha, em Jerez de la Frontera. Acompanhe a cobertura do GRANDE PRÊMIO sobre o Mundial de Motovelocidade.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade