PUBLICIDADE

Motociclismo

Honda busca apoio da divisão automotiva para melhorar aerodinâmica na MotoGP

Presidente da HRC, a divisão de corridas, Koji Watanabe reconheceu que 2022 foi uma temporada muito frustrante e sublinhou que a prioridade é recuperar os títulos dos Mundiais de Pilotos, Construtores e Equipes da MotoGP

14 dez 2022 - 08h22
Compartilhar
Exibir comentários
Honda foi a última colocada no Mundial de Construtores 2022
Honda foi a última colocada no Mundial de Construtores 2022
Foto: Red Bull Content Pool / Grande Prêmio

A Honda buscou ajuda fora da divisão de duas rodas para desenvolver a RC213V para a temporada 2023 da MotoGP. Depois de uma temporada que classificou como "muito frustrante", Koji Watanabe, presidente da HRC, o departamento de corridas, confirmou que a marca da asa dourada buscou apoio do setor automotivo para trabalhar com a aerodinâmica.

Nesta temporada, a Honda conseguiu apenas dois pódios na MotoGP: um com Pol Espargaró no início do ano e outro com Marc Márquez já na reta final da disputa. Muito abaixo da média, a gigante japonesa fechou 2022 na lanterna do Mundial de Construtores, só na sexta colocação, com 155 pontos. No Mundial de Equipes, a Repsol Honda ficou com a nona posição. No Mundial de Pilotos, Marc foi o melhor entre os representantes da marca, mesmo ficando ausente de várias corridas por lesão ou por cirurgia, mas acabou em 13º.

Melhor piloto da Honda em 2022, Marc Márquez foi só 13º no campeonato – mas perdeu várias corridas no ano
Melhor piloto da Honda em 2022, Marc Márquez foi só 13º no campeonato – mas perdeu várias corridas no ano
Foto: Divulgação / Grande Prêmio

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Falando durante o anúncio das atividades da Honda em 2023 na área de esporte a motor, Watanabe colocou o título da MotoGP como "prioridade absoluta" e destacou o empenho para afinar a RC213V.

"Em 2022, não fomos capazes de celebrar uma vitória na MotoGP, mas Marc Márquez nos deu um pódio na segunda parte da temporada, em Phillip Island, na Austrália", disse Watanabe. "Nossa meta é o título da MotoGP, essa é a prioridade absoluta", avisou.

"A temporada foi muito frustrante para nós. Para melhorar no futuro, estamos trabalhando com nosso departamento automotivo em melhoras aerodinâmicas para 2023. Já estamos vendo os primeiros benefícios desta colaboração", contou. "No futuro, vamos juntar nossos esforços para sermos mais competitivos outra vez. Nossa meta é clara: recuperar todos os três títulos", encerrou.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.
Grande Prêmio
Compartilhar
Publicidade
Publicidade