0

Lutas

Mocinhos, vilões...Conheça astros que fazem da WWE uma febre

WWE / Divulgação
1 abr 2015
09h23
atualizado às 12h03
  • separator
  • comentários

Não era futebol, basquete, novela, MMA, futebol americano, Sílvio Santos e nem Faustão. A noite do último domingo viu as redes sociais brasileiras serem tomadas por algo que parecia estar adormecido em âmbito nacional. A luta-livre, ou Pro Wrestling, como você preferir, simplesmente parou os Estados Unidos, atraiu a atenção do mundo e divertiu (e muito!) os brasileiros no dia 29 de março de 2015.

O motivo? Foi nesta data que aconteceu a 31ª edição da WrestleMania , principal evento pay-per-view da WWE (World Wrestling Entertainment). A maior organização do esporte que combina encenação teatral com artes marciais proporcionou ao planeta um evento impecável, que atraiu simplesmente 76.976 espectadores ao Levi’s Stadium – recorde da casa do San Fracisco 49ers – e que mobilizou milhões de pessoas ao redor do globo. A internet não fez nada menos que respirar a WrestleMania durante todo o domingo.

Mas e quem são os astros que fazem da WWE uma gigante de audiência e entretenimento em todo o planeta? Você, fã de luta-livre, deve se lembrar que, no Brasil, Michel Serdan, Ted Boy Marino, Aquiles, Belo, Pitbull de Mauá, Mozart, Motoqueiro Falcão e Sonrisal eram os grandes ídolos de atrações como Telecatch e Gigantes do Ringue, não é mesmo? Pois bem, então conheça, agora, quem são as estrelas em atividade da principal organização de Pro Wrestling do mundo:

Brock Lesnar

Antes de lutar MMA e se tornar mundialmente conhecido por faturar o cinturão dos pesos-pesados do UFC, o americano já era um grande astro da WWE. Ele retornou à associação de wrestling definitivamente em 2013 e, desde então, tem colocado o seu nome na história. Diferentemente do que acontecia na organização presidida por Dana White, Lesnar é amado pelos fãs da WWE e, somente no último domingo, perdeu o título mundial dos pesos-pesados.

<p>Carrancudo Brock Lesnar é amado pelos fãs da WWE</p>
Carrancudo Brock Lesnar é amado pelos fãs da WWE
Foto: WWE / Divulgação

O grandalhão fala pouco com o público (tal responsabilidade cabe ao seu empresário, o falastrão e fiel Paul Heyman), mas conseguiu se posicionar entre os grandes do wrestling mundial ao vencer o lendário The Undertaker na WrestleMania 30, no ano passado. Foi a única derrota do “Homem Morto” em 23 combates no principal pay-per-view da organização até aqui. Lesnar é carrancudo, mas querido.

Big Show

Dono de 2,13 m e 220 kg, o americano tem o apelido de “O Maior Atleta do Mundo” e é um dos maiores vilões da WWE na atualidade. Polêmico, Big Show possui histórico de infidelidades com seus parceiros e, no momento, é um dos queridinhos da Autoridade, facção comandada por Triple H e que toma conta dos negócios da organização. Como ela privilegia os seus lutadores preferidos e costuma mudar as regras dos combates de acordo com os seus interesses, não é bem quista pelos fãs. Big Show paga o preço por isso e é comumente hostilizado pelos torcedores durante os programas. Apesar disto, o grandalhão é talentoso e já conquistou os principais títulos da WWE: mundial dos pesos-pesados, intercontinental, americano e por equipes.

<p>Big Show é vilão e chamado de "O Maior Atleta do Mundo"</p>
Big Show é vilão e chamado de "O Maior Atleta do Mundo"
Foto: WWE / Divulgação

Bray Wyatt

Dono de visual excêntrico e barba enorme, Wyatt é um dos novatos da WWE. Ele começou a fazer parte da organização em 2009 e é visto como uma das estrelas do futuro. O americano ainda não conquistou nenhum cinturão, mas goza de prestígio junto ao público pela agressividade e movimentos ousados que apresenta dentro dos ringues (apesar dos 134 kg). Isto sem falar na entrada do lutador para os combates: todas as luzes do ginásio se apagam, e ele caminha até o ringue segurando um lampião. Os espectadores acendem as lanternas de seus celulares, e o espetáculo é formado com um lindo show de luzes nas arquibancadas. Wyatt também é rival do “maluco” Dean Ambrose e na última WrestleMania perdeu combate para The Undertaker, quando queria ganhar para se tornar “a nova face do medo” da WWE.

<p>Excêntrico, Bray Wyatt pretende ser a "nova face do medo" da WWE</p>
Excêntrico, Bray Wyatt pretende ser a "nova face do medo" da WWE
Foto: WWE / Divulgação

Cesaro

O suíço é um dos principais nomes da Europa em atividade na WWE. Apesar de já ter vencido o título americano em uma oportunidade, ele se tornou querido pelo público por causa de seu excelente desempenho nas duplas. Cesaro é, ao lado Tyson Kidd, o atual campeão mundial da categoria e tem como principal golpe o Giant Swing – quando pega o adversário pelas pernas e o gira diversas vezes por 360º com as costas paralelas ao ringue. É um show.

<p>Cesaro aplica Giant Swing, um dos golpes mais criativos do Pro Wrestling</p>
Cesaro aplica Giant Swing, um dos golpes mais criativos do Pro Wrestling
Foto: WWE / Divulgação

Curtis Axel

Neto e filho de lutadores profissionais, Curtis é um dos mais carismáticos e criativos lutadores da WWE. Também empresariado pelo falastrão Paul Heyman, o americano já foi campeão intercontinental, mas se tornou hit por uma polêmica protagonizada na última edição do Royal Rumble (evento no qual 30 lutadores competem e têm de lançar os adversários para fora do ringue por cima da terceira corda).

<p>Curtis Axel entrou em polêmica com a lenda Hulk Hogan recentemente</p>
Curtis Axel entrou em polêmica com a lenda Hulk Hogan recentemente
Foto: WWE / Divulgação

Axel teria que ser o quinto a participar da luta, mas acabou atacado ainda à beira do ringue por Erick Rowan, que “roubou a sua vaga” no torneio. Como o vencedor do combate ganharia vaga na WrestleMania e ele se considerou prejudicado por ter sido golpeado antes da luta, lançou a campanha #AxelMania no Twitter, para angariar um lugar no evento. Isto bastou para que ele fosse acusado de copiar o slogan HulkaMania, criado pelo lendário Hulk Hogan na década de 1980.

Daniel Bryan

Este é, sem dúvidas, um dos maiores queridinhos dos fãs de wrestling nos Estados Unidos. Bryan tem um gesto tradicional (de erguer os dois braços paralelamente e apontar o dedo indicador para o céu em movimentos de sobe e desce) e, cada vez que entra em um ginásio, contagia o público com o seu característico grito de “yes, yes, yes”. Mocinho e baixinho, já foi campeão mundial peso-pesado e é considerado um dos lutadores mais técnicos do planeta. Bryan, contudo, tem um ponto fraco: costuma sofrer lesões – o que, inclusive, já o fez perder cinturão e se considerar um injustiçado pela Autoridade, facção que tenta, a todo custo, combater. O americano é o atual campeão intercontinental da WWE.

<p>Daniel Bryan é queridinho da torcida e contagia ginásios com seu "yes, yes, yes"</p>
Daniel Bryan é queridinho da torcida e contagia ginásios com seu "yes, yes, yes"
Foto: Don Feria / AP

Dean Ambrose

Maluquice. Isto define o americano de 1,88 m e 102 Kg. Muito querido pelo público e mestre nas caras e bocas, Ambrose é um dos lutadores mais ousados do planeta e não se incomoda em colocar o próprio corpo em risco para dar show. Ele já saltou de ambulâncias, caiu de costas em escadas e costuma protagonizar lutas extremamente agressivas e que, quase sempre, acabam em pancadaria com cadeiras. Ambrose pertencia ao grupo The Shield, mas, depois de ser atacado por seu ex-parceiro Seth Rollins, decidiu seguir “carreira solo”. Desde então, envolveu-se em rivalidade com o também intenso Bray Wyatt, contra o qual proporcionou lutas espetaculares no fim do ano passado. Ambrose já foi campeão americano.

<p>Dean Ambrose é o "maluco" da WWE</p>
Dean Ambrose é o "maluco" da WWE
Foto: WWE / Divulgação

Dolph Ziggler

Loiro, dono de cabelos longos, corpo sarado, sorriso largo... Ziggler é o “bonitão” da WWE e, por isto, tornou-se um dos lutadores preferidos das mulheres que amam o Pro Wrestling. Além disto, também é extremamente talentoso. Mocinho, ele se enquadra na categoria “showman” e é um dos maiores vencedores da WWE, já tendo conquistado título mundial peso-pesado, intercontinental, americano e de equipes – isto sem falar no Money In The Bank (combate vencido por quem alcançar uma maleta posicionada a alguns metros de altura do centro do ringue). O auge de Ziggler na organização, contudo, aconteceu na Survivor Series de 2014, quando teve atuação fantástica e eliminou o forte time formado pelos “vilões” Rusev, Kane, Luke Harper e Seth Rollins, tirando momentaneamente a Autoridade do poder.

<p>Galã, Dolph Ziggler tem muito talento e é um dos lutadores mais técnicos da WWE</p>
Galã, Dolph Ziggler tem muito talento e é um dos lutadores mais técnicos da WWE
Foto: George Napolitano / Getty Images

John Cena

Esta aí uma lenda da WWE. Cena é o “herói” da organização há algum tempo e representa a figura do bonzinho do Pro Wrestling americano. O fortão já ganhou tudo o que é possível, tendo se tornado, por sinal, o recordista de reinados como campeão da WWE. O lutador tem como lema “nunca desistir” e costuma apanhar bastante antes de vencer a maior parte de seus combates - ao melhor estilo Rocky Balboa.

<p>Atual campeão americano, John Cena é uma espécie de Rocky Balboa da WWE</p>
Atual campeão americano, John Cena é uma espécie de Rocky Balboa da WWE
Foto: Don Feria / AP

Um dos principais rivais dos malvados da Autoridade, Cena foi o responsável por finalizar a invencibilidade de Rusev na organização e faturar o título americano na última edição da WrestleMania. Ao longo dos tempos, o lutador já protagonizou rivalidades intensas com Edge, The Rock, Ryback, The Miz, Bray Wyatt e Wade Barrett. O principal golpe dele? You can't see me!

Kane

Meio irmão da lenda The Undertaker (com o qual formou a parceira Brothers of Destruction), Kane tem 2,13 m e 147 kg. Ele foi por muito tempo um dos lutadores mais temidos da WWE, assustando os rivais com seu tamanho e agressividade. O grandalhão já foi campeão mundial peso-pesado, de duplas e é um dos melhores amigos de Big Show. Kane tinha como característica usar uma máscara antes de entrar no ringue e já protagonizou rivalidade ferrenha envolvendo mulher com Matt Hardy na última década. Atualmente, o astro atua como Diretor de Operações da Autoridade e é um dos grandes vilões da organização. Kane já lesionou gravemente o queridinho e seu ex-parceiro de duplas Daniel Bryan.

<p>Grandalhão Kane já amedrontou muitos rivais em sua carreira</p>
Grandalhão Kane já amedrontou muitos rivais em sua carreira
Foto: Steve Haag / Getty Images

Randy Orton

Um fenômeno. Assim pode ser definido Randy Orton, que chocou a WWE no início da década passada. Apelidado de "O Matador de Lendas", teve ascensão impressionante e precoce na organização, tornando-se o mais jovem campeão mundial peso-pesado da história (aos 24 anos). Orton vive em um mundo à parte: ao mesmo tempo em que foi vilão por muito tempo por confrontar o mocinho John Cena, ganhou carinho da torcida por se virar contra seus ex-parceiros da Autoridade. Ele já ganhou 14 títulos da WWE e foi chamado de “o rosto” da organização. Criador de um dos golpes mais dominantes da história, o RKO, Orton, agora com 34 anos, recentemente venceu seu inimigo Seth Rollins na WrestleMania. O duelo confrontava o passado e o futuro da entidade.

<p>Randy Orton é um fenômeno: foi o campeão mais jovem da organização</p>
Randy Orton é um fenômeno: foi o campeão mais jovem da organização
Foto: Steve Haag / Getty Images

Roman Reigns

Primo do lendário The Rock e membro de família histórica na luta-livre (a Anoa’i, que já lançou astros como Rikishi, The Usos e Umaga), Reigns é uma das mais talentosas e temidas estrelas da WWE na atualidade. Apelidado de "Super-Homem", o fortão caminha ao ringue direto das arquibancadas (e não pela tradicional rampa dos ginásios, como fazem quase todos os outros astros) e, em 2014, tornou-se o recordista de eliminações em uma só edição do Royal Rumble, com 12. Reigns integrava a equipe Shields, mas tem se tornado mais “bonzinho” nos últimos meses. Atual campeão do Royal Rumble, ele enfrentou Brock Lesnar pelo título mundial peso-pesado na última WrestleMania, mas viu seu ex-parceiro Seth Rollins faturar o cinturão de maneira surpreendente.

<p>Roman Reigns é o atual campeão do Royal Rumble </p>
Roman Reigns é o atual campeão do Royal Rumble
Foto: WWE / Divulgação

Rusev

É um dos lutadores mais odiados pelo público americano da WWE. Por um grande motivo: Rusev é búlgaro, mas compete pela Rússia. E gosta de gritar isto aos quatro cantos. Ele costuma adentrar o ringue sob a execução do hino nacional do país que representa e, quando vence lutas, movimenta a bandeira vermelha, azul e branca no centro do ginásio. Como a rivalidade histórica entre EUA e Rússia é grande, a hostilidade se faz bastante presente. Para piorar, o lutador de 138 kg era, até este domingo, o campeão americano e única estrela invicta da organização. Até que John Cena o derrotou em um confronto emocionante. Rusev tem como principal arma o golpe de imobilização Accolade. Só Cena conseguiu escapar dele ileso.

<p>Rusev &eacute; odiado pelos americanos. O motivo? Compete pela R&uacute;ssia. Olha s&oacute; a tatuagem no bra&ccedil;o dele</p>
Rusev é odiado pelos americanos. O motivo? Compete pela Rússia. Olha só a tatuagem no braço dele
Foto: WWE / Divulgação

Seth Rollins

Está aí a principal aposta da WWE para os próximos anos. Rollins traiu toda a equipe Shield recentemente, é o queridinho da Autoridade e, há algum tempo, vem sendo chamado de “O Futuro da WWE”. Malandro, luta sempre acompanhado por dois seguranças e gosta de ganhar seus combates de maneira polêmica. Entretanto, é extremamente talentoso e, quase sempre, protagoniza as lutas mais emocionantes das noites.

<p>"Malandrão" Seth Rollins é protegido pela Autoridade e o atual campeão mundial peso-pesado</p>
"Malandrão" Seth Rollins é protegido pela Autoridade e o atual campeão mundial peso-pesado
Foto: Don Feria / AP

O auge da carreira de Rollins aconteceu justamente na WrestleMania deste domingo, quando, amparado pelo contrato previsto no título do Money In The Bank, interveio no meio do combate entre Brock Lesnar e Roman Reigns e, após aplicar um Curb Stomp no ex-parceiro de equipe, sagrou-se campeão mundial peso-pesado. “O futuro é agora”, disseram os seus fãs ao vê-lo deixar o Levi’s Stadium com o cinturão mais cobiçado pelos wrestlers de todo o planeta.

The Undertaker

Conhecido como o “Homem-Morto”, é considerado uma das maiores lendas do Pro Wrestling mundial. Carismático e criador de golpes históricos como Tombstone Piledriver e Last Ride, The Undertaker costuma sair do caixão antes de entrar nos ringues e tem a música mais conhecida da organização.

<p>The Undertaker é uma lenda e talvez o melhor wrestler da história</p>
The Undertaker é uma lenda e talvez o melhor wrestler da história
Foto: WWE / Divulgação

Ele é o lutador em atividade com tempo de contrato mais longo com a WWE e tem relação espetacular com a WrestleMania. O mito chegou a emendar 21 vitórias consecutivas no principal pay-per-view da organização e só foi perder no ano passado, para Brock Lesnar. Após ficar um ano parado, The Undertaker voltou aos ringues com vitória espetacular sobre Bray Wyatt, neste domingo. O americano é, com certeza, o lutador com maior legião de fãs na atualidade. Seria ele o maior da história?

Triple H

Simplesmente uma lenda. Triple H foi um dos principais lutadores da WWE durante as três últimas décadas e ganhou 23 títulos da organização na carreira. Assim como Randy Orton, consegue provocar amor e ódio nos fãs de Pro Wrestling: se por um lado sempre provou ser o melhor amigo do queridinho Shawn Michaels, por outro foi um dos maiores rivais de John Cena e The Undertaker por um bom tempo. 

Atualmente, o fortão é o presidente da Autoridade e irrita os torcedores com a sua facção malvada. Na última WrestleMania,Triple H protagonizou combate histórico com o também lendário e veterano Sting, principal nome da WCW. Ao fim do combate, que terminou com vitoria de Triple H, ambos se cumprimentaram dentro do ringue, em uma cena que ficará marcada para sempre.

<p>Triple H protagonizou momento histórico ao cumprimentar Sting na WrestleMania</p>
Triple H protagonizou momento histórico ao cumprimentar Sting na WrestleMania
Foto: WWE / Divulgação

É necessário, ainda, citar os lendários The Rock e CM Punk. Ambos, contudo, ainda estão distantes da WWE. O primeiro tem se dedicado a gravações de filmes, enquanto o segundo recentemente assinou contrato para lutar no UFC. Por sua vez, o também histórico Sheamus reapareceu no último Monday Night Raw e está prestes a dar novos shows na organização após longo período parado por lesão.

Mas e aí, você gostou da relação? Sentiu falta de alguém? Haveria espaço para nomes como Bad News Barrett, Luke Harper, Erick Rowan, Ryback, Jack Swagger, Goldust, Fandango, Mark Henry, Mizdow e The Miz? Opine abaixo e comente o que você acha de cada astro da WWE!

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade