0

Vitória histórica de geração dourada inspira Croácia contra Dinamarca

Time de Suker, que faria história na Copa de 1998, venceu a Dinamarca por 3 a 0 e garantiu classificação às quartas da Euro de 1996. Subasic tinha 12 anos na época e lembra do jogo

29 jun 2018
07h04
  • separator
  • comentários

A "geração dourada" comandada pelo craque Davor Suker, que chegou à semifinal da Copa do Mundo de 1998, é frequentemente citada pelos atuais jogadores da Croácia como fonte de inspiração. Às vésperas das oitavas de final do Mundial da Rússia, contra a Dinamarca, o que vêm à memória é o dia em que aquela equipe deu show contra a "Dinamáquina", então campeã europeia.

Suker comemora o gol por cobertura que marcou contra a Dinamarca (Foto: VINCENT AMALVY / AFP)
Suker comemora o gol por cobertura que marcou contra a Dinamarca (Foto: VINCENT AMALVY / AFP)
Foto: Lance!

Foi na Euro de 1996, disputada na Inglaterra, quando os dinamarqueses defendiam o título de 1992. Após estrear com vitória por 1 a 0 sobre a Turquia, a Croácia garantiu sua classificação às quartas de final ao bater a Dinamarca dos irmãos Laudrup por 3 a 0. Suker marcou dois gols, um deles por cobertura, e Boban completou o placar. Era uma das primeiras grandes demonstrações de força daquele time, até hoje o mais bem-sucedido do país.

- Lembro daquele jogo. Eu tinha 12 anos e foi muito bom ver a nossa vitória. Lembro, claro, do golaço do Suker. Aqueles jogadores são nossos ídolos - disse o goleiro Subasic.

A caminhada na Euro de 1996 duraria pouco. A derrota por 3 a 0 para Portugal no último jogo da primeira fase - com alguns titulares poupados, já que a classificação já estava assegurada - fez a Croácia avançar em segundo do grupo e cruzar logo de cara com a Alemanha, que venceu por 2 a 1 e depois seria campeã.

Mas aquela geração croata, mais madura, marcaria época ao atingir a semifinal já na primeira participação do país em Copas do Mundo. A equipe atual, apontada como grande candidata a igualar aquele feito, já tem uma vantagem: terminou a primeira fase com três vitórias, uma delas sobre a Argentina, por 3 a 0. Em 1998, foram duas vitórias (contra Jamaica e Japão) e uma derrota na fase de grupos, exatamente contra os hermanos: 1 a 0.

Os croatas passaram pela Romênia nas oitavas, se vingaram da Alemanha com uma vitória por 3 a 0 nas quartas e caíram diante da anfitriã França na semi: 2 a 1, de virada. Na disputa pelo terceiro lugar, bateram a Holanda por 2 a 1 com um gol de Suker, o sexto dele, artilheiro da competição.

Lance!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade