2 eventos ao vivo

Título, Libertadores, descenso: veja como está o seu time às vésperas do fim do primeiro turno do Brasileiro

Tristão Garcia vê Corinthians como franco favorito ao título, mas não subestima Grêmio. Vagas no G6 trazem primeiros 'candidatos', e uma vaga do Z4 está encaminhada

4 ago 2017
14h54
atualizado às 15h54
  • separator
  • comentários

O primeiro ato do Brasileirão vai chegando ao fim, mas já espalha um gostinho de suspense nas 20 torcidas da Série A. Enquanto o Corinthians se mantém na ponta da competição e adversários diretos seguem à espera de tropeços, a busca por vagas pelo G6 e os alertas quanto à ameaça do Z4 começam a surgir.

Realizador do site Infobola, Tristão Garcia apontou que é inegável a grande temporada do Timão, que atualmente está com 76% de chance de título. Porém, a equipe tem no Grêmio, hoje com 13% de possibilidade de conquistas, um perseguidor que não pode subestimar:

- O Corinthians tem uma média extraordinária, surge como franco favorito. Mas, além de sua distância ser curta, o Grêmio faz uma média de campeão neste ano. A única falta de sorte do Tricolor gaúcho é que, mesmo numa boa campanha, tem um rival inspiradíssimo - afirmou, ao LANCE! .

Correndo por fora, surgem Palmeiras, com 5%, Santos, com 4%, e Flamengo e Sport (ambos com 1%):

- Palmeiras e Santos têm que perseguir dois adversários fortes. Já o Flamengo perdeu muita força nas últimas rodadas, e reduziu suas chances - afirmou o matemático.

A DISPUTA PELAS VAGAS DO G6 DA LIBERTADORES

A dupla Corinthians e Grêmio também surge com força na briga pela classificação direta da Libertadores. Os corintianos estão com 99% de chances de carimbar a vaga, e os gremistas têm 95%. Tristão Garcia deixa em 86% tanto as possibilidades matemáticas do Santos quanto as do Palmeiras estarem na competição intercontinental:

- A força de Corinthians e Grêmio contribui muito para se firmar na Libertadores. Já Santos e Palmeiras igualam suas chances pela sequência de jogos. Os santistas, mesmo sendo muito fortes na Vila Belmiro e no Pacaembu, atuarão mais jogos como visitantes até o fim do Brasileirão. O Verdão atuará mais vezes como mandante.

As vagas na fase do mata-mata da Copa Libertadores trazem três favoritos. O Flamengo, atualmente em quinto, está com 55% de possibilidades, enquanto o Sport tem 46% de chances e quem tem mais chance entre os que estão por fora é o Cruzeiro, com 30%:

- O mau momento afetou as chances do Flamengo ficar no G4. A equipe, que tinha uma média promissora, caiu bastante. Já o Sport vem bem e tem boas chances de completar o G6, em especial porque o Cruzeiro se atrapalhou muito. Já as demais equipes, como Botafogo, Fluminense, Atlético-MG, Ponte Preta e Vasco, estão muito distantes na luta pelo G6.

CARIOCAS ENTRE ALTOS E BAIXOS

Dois cariocas são vistos por Tristão Garcia como clubes com campanhas aos solavancos. O Fluminense, que, embora tenha 14% de chances de vaga na Libertadores, está com 12 % de risco de rebaixamento no momento:

- O Fluminense está na lista dos times que têm média instável. Precisa de uma sequência de vitórias para fazer uma campanha sem sustos.

Visto pelo mandatário Eurico Miranda como um clube que "vai brigar nas cabeças", o Vasco é outra equipe sob desconfiança. Mesmo com 11% de possibilidades de ir para a Copa Libertadores, há 14% de chances de rebaixamento:

- O Vasco tem de começar a se preocupar. A equipe teve sete pontos nas seis rodadas mais recentes, média de rebaixamento, e vai se estabilizando como time fraco. Só não está em um momento inferior na classificação devido ao seu bom início.

Já o Botafogo tem 14% de possibilidades de estar no G6, e 10% de risco de descenso.

REBAIXAMENTO

A parte de baixo da classificação é vista com cautela pelo matemático. Porém, um dos rebaixados à Série B de 2018 já é encaminhado, com 85% de chances:

- O Atlético-GO já está com seu descenso praticamente decretado. Os demais clubes estão com um sinal amarelo, porque a situação começa a se definir, de fato, nas últimas rodadas. No momento, Vitória e Avaí são outras das equipes com sinal de alerta, enquanto o São Paulo vejo como uma equipe que acordou tarde.

LANCE!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade