0

Sérgio Rodrigues vence eleição e será presidente do Cruzeiro

O advogado, de 38 anos, derrotou Ronaldo Granata, ex-vice de Wagner Pires. Ele fica no cargo até o fim do ano, quando haverá novo pleito

21 mai 2020
17h43
atualizado às 18h17
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Sérgio comanda o Cruzeiro no lugar do conselho gestor, que gerenciou o clube após a renúncia de Wagner Pires de Sá-(reprodução)
Sérgio comanda o Cruzeiro no lugar do conselho gestor, que gerenciou o clube após a renúncia de Wagner Pires de Sá-(reprodução)
Foto: LANCE!

O advogado Sérgio Rodrigues, de 38 anos, é o novo presidente do Cruzeiro. Ele venceu a eleição realizada nesta quinta-feira (21) e ficará no cargo até o fim de 2020, em um mandato "tampão", pois haverá nova disputa para eleger quem comandará o clube no triênio 2021-2023.

Sérgio venceu o empresário Ronaldo Granata, ex-vice da gestão Wagner Pires de Sá por larga vantagem, 269 contra 75 de Granata. Houve um voto nulo. Cerca de 351 conselheiros foram votar . O novo comandante da Raposa, que terá um desafio enorme de continuar na busca pela recuperação do time mineiro, já se pronunciou sobre sua vitória em uma postagem no Twitter.

"Com muita honra e uma enorme alegria, encaro o maior desafio da minha vida: a Presidência do Cruzeiro Esporte Clube. Comprometo-me a colocar em prática tudo que propus e farei todo o possível para que o clube retorne ao seu devido lugar de destaque. Contarei com os melhores profissionais em nossa equipe, com os colaboradores do clube e conto sobretudo com essa imensa e apaixonada torcida. Muito obrigado pelo apoio de grande parte da torcida, conselho, sócios, funcionários, patrocinadores, amigos, dos meus companheiros de chapa, minha família e de todos incentivadores. Que Deus nos ilumine e que venha o centenário. Vamos em frente, Nação Azul!", postou.

Sérgio terá de lidar com temas delicados emergenciais no clube logo de cara, como a grave financeira do clube, que tem uma dívida superior aos R$ 800 milhões, sendo que só na FIFA, há pelo menos R$ 110 milhões para serem quitados e evitar novas punições ao time celeste, que já perdeu seis pontos na Série B, antes do seu começo pelo não pagamento de R$ 5 milhões ao Al-Wahda, dos Emirados Árabes, pelo empréstimo do volante Denílson, em 2016.

Outra conta pesada é reduzir o déficit de R$ 394 milhões, do balanço das contas de 2019, colocando o Cruzeiro nos trilhos em sua vida financeira, que refletirá dentro de campo.

Quem é Sérgio Rodrigues

O advogado é filho do desembargador Joaquim Herculano Rodrigues, que também atua no clube como conselheiro. Ele é conselheiro nato do Cruzeiro, Sérgio já trabalhou no clube como superintendente de futebol durante o segundo mandato do ex-presidente Gilvan de Pinho Tavares, ficando na função função de outubro de 2015 a março de 2017.

No fim da sua passagem como superintendente do clube, se lançou candidato à presidência da Raposa pela primeira vez, mas foi derrotado pela chapa liderada por Wagner Pires de Sá.

Virou opositor e com o vácuo de poder no clube, voltou a se candidatar e ficará no cargo até as novas eleições no fim de 2020.

 

Veja também:

Editor do L! analisa opções caso se concretize a saída de Jesus do Fla
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade