0

Seleção Brasileira no Morumbi: veja números, curiosidades e histórico

Brasil e Bolívia fazem a abertura da Copa América nesta sexta-feira, no estádio do São Paulo, palco que teve gols de Pelé com a Amarelinha, vaias e apenas uma derrota brasileira

13 jun 2019
07h47
  • separator
  • 0
  • comentários

O Morumbi recebe nesta sexta-feira, às 21h30, a abertura da Copa América-2019 com o jogo entre Brasil e Bolívia. Será a 29ª partida da Seleção Brasileira no estádio que pertence ao São Paulo. Desde a primeira partida dessa história, há 56 anos, os brasileiros perderam apenas uma vez, justamente na estreia. O retrospecto completo mostra 18 vitórias, 9 empates e uma derrota, com aproveitamento de 75%, 57 gols marcados e 15 gols sofridos.

Entre grandes nomes que vestiram a amarelinha e deixaram suas marcas no Morumbi estão Pelé, Jairzinho, Zico, Sócrates, Romário, Ronaldo e Ronaldinho. No entanto, não foram apenas números, curiosidades e personagens célebres que marcaram essa história, houve também episódios em que torcida e time não se entenderam, e as vaias tomaram conta das arquibancadas. Confira na galeria abaixo alguns desses dados, fatos e episódios:


PRIMEIRO JOGO, ÚNICA DERROTA

Morumbi lotado no último jogo da Seleção Brasileira no estádio, em 2014 (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)
Morumbi lotado no último jogo da Seleção Brasileira no estádio, em 2014 (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)
Foto: Lance!

Copa Roca 1963: o primeiro no Morumbi (Foto: Reprodução/Youtube)

No dia 13 de abril de 1963, Brasil e Argentina se enfrentaram pela disputa da primeira partida da Copa Roca. O clássico entre seleções marcou o primeiro duelo em que o escrete brasileiro realizou no estádio do Morumbi. A lembrança não é das melhores para aqueles que eram os atuais bicampeões mundiais, já que o jogo terminou com derrota por 3 a 2, sendo os dois gols marcados por Pepe. Na volta, no Maracanã, vitória por 5 a 2 e título conquistado. O revés foi o único do selecionado atuando no Cícero Pompeu de Toledo.

INÍCIO DA INVENCIBILIDADE E GOLS DE PELÉ

Pelé marcou quatro gols no Morumbi pela Seleção (Foto: AFP)

O jogo seguinte da Seleção Brasileira no Morumbi iniciou a invencibilidade de 27 partidas, que dura até os dias atuais. Foi no dia 4 de junho de 1966, com um 4 a 0 sobre o Peru, com direito a gol de Pelé, dois de Lima e um de Paraná. O "Rei do Futebol" ainda marcou outros três tentos com a amarelinha no estádio. Dois em amistoso contra o Chile, em 22 de março de 1970, goleada por 5 a 0, e outro no empate em 1 a 1, com a Áustria, em 11 de julho de 1971.

O JOGO DE MAIOR PÚBLICO DA SELEÇÃO NO MORUMBI

Zagallo era o técnico da Seleção em 1974 (Foto: Reprodução)

No dia 1º de maio de 1974, em outro amistoso contra a Áustria, o Morumbi recebeu seu maior público em jogos da Seleção Brasileira. Estiveram nas arquibancadas 122.849 torcedores, que não conseguiram ver gols, nem bom desempenho do time, causando insatisfação nas arquibancadas, que vaiaram a a apresentação do escrete, pouco antes da Copa do Mundo da Alemanha.

HÁ 40 ANOS, O ÚNICO JOGO PELA COPA AMÉRICA

Brasil x Bolívia se enfrentaram em 1979 (Foto: Reprodução)

Não é a primeira vez que o Morumbi sediará um jogo da Seleção Brasileira em Copa América. Em 16 de agosto de 1979, outro Brasil x Bolívia foi realizado no estádio. Naquela ocasião vitória por 2 a 0 diante de quase 110 mil torcedores. Os gols da partida foram marcados por Tita e Zico. O resultado classificou os brasileiros para a semifinal do torneio, fase na qual o time foi eliminado.

A MAIOR GOLEADA E O BRILHO DE CARECA

Careca marcou quatro gols no Morumbi (Foto: Reprodução)

Nesses 56 anos de história de jogos da Seleção Brasileira no Morumbi, foram colecionadas algumas vitórias por goleada, mas uma delas foi a maior de todas. Em 20 de agosto de 1989, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo da Itália, o Brasil atropelou a Venezuela por 6 a 0. O público, de mais de 106 mil torcedores, viu ainda o brilho de Careca, que marcou quatro gols, justamente no estádio do São Paulo, clube que defendeu com muita qualidade e acumulou títulos. Silas e Acosta (contra), completaram o placar.

VAMPETA E ALEX COMANDAM ATUAÇÃO DE GALA CONTRA A ARGENTINA

Alex foi uma das estrelas da partida (Foto: ANTONIO SCORZA / AFP)

Ainda sob o comando de Vanderlei Luxemburgo e oscilando nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2002, a Seleção Brasileira recebeu a poderosa Argentina, no dia 26 de julho de 2000, no estádio do Morumbi. Mesmo com o olhar desconfiado de 80 mil torcedores, o time deu uma respostas às críticas e teve uma apresentação de gala diante do maior rival. Isso tudo com a estrela de Vampeta, que marcou dois gols, e de Alex, que completou o placar da vitória por 3 a 1 dos brasileiros que não deram chances aos vizinho sul-americanos.

TORCIDA CRÍTICA - AS VAIAS PARA A SELEÇÃO NO MORUMBI

Último jogo do Brasil no Morumbi teve vaias e vitória por 1 a 0 sobre a Sérvia, com gol de Fred (Foto: Ari Ferreira/Lancepress!)

Se a história da Seleção Brasileira no Morumbi é marcada por muitos números, acontecimentos significativos, além de ter sido palco para personagens célebres do futebol, ela também abriga um histórico de torcedores impacientes, que não perdoaram más atuações do escrete e vaiaram a equipe. Confira alguns desses momentos nos tópicos abaixo:

1) Brasil 2 x 3 Argentina - Copa Roca - 13/4/1963: Os torcedores paulistas não aceitaram muito bem a derrota da seleção, até então, bicampeã mundial e acabou vaiando o time que jamais perdeu novamente no estádio.

2) Brasil 0 x 0 Bulgária - Amistoso - 26/4/1970: Com enfoque em Paulo César, mas potencializado pelos altos e baixos da Seleção, os torcedores presentes no estádio vaiaram o último jogo antes da viagem para o México.

3) Vaias para Zico: O maior jogador da história do Flamengo não era bem recepcionado quando vinha jogar com a Seleção Brasileira no Morumbi e recebia muitas vaias, mesmo assim marcou gols em quatro jogos consecutivos no estádio. Isso entre o final dos anos 70 e começo dos anos 80.

4) Brasil 1 x 0 Colômbia - Eliminatórias - 15/11/2000: Sob o comando do técnico Leão e longe de seus melhores dias a Seleção Brasileira sofreu para bater a Colômbia no Morumbi, e só foi marcar o gol da vitória aos 48 minutos do segundo tempo, com Roque Júnior. A torcida que já vaiava durante o jogo e atirava bandeirinhas em campo, continuou o protesto após o apito final.

5) Brasil 1 x 1 Peru - Eliminatórias - 25/4/2001: No ano seguinte, ainda com lamentáveis apresentações e comandada por Emerson Leão, a Seleção Brasileira conseguiu a proeza de empatar com os peruanos. Nem mesmo o gol de Romário, que tinha o apelo do torcedor, foi suficiente para evitar vaias.

6) Brasil 1 x 0 Sérvia - Amistoso - 6/6/2014: No último amistoso antes da Copa do Mundo, a Seleção deixou um cartão de visitas muito ruim. Com uma vitória magra e fraca alcançada por meio de um gol de Fred, o torcedor paulista mostrou insatisfação e vaiou o time que viria a fracassar no Mundial.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade