0
Logo do Santos
Foto: terra

Santos

Santos demite médicos e cogita mandar Bruno Henrique aos EUA

Afastado do time desde 17 de janeiro, atacante se recupera de séria lesão no olho direito e pode sair do país para resolvê-la. Departamento Médico do clube passa por reformulação

8 mar 2018
19h48
atualizado às 20h00
  • separator
  • comentários

O atacante Bruno Henrique pode sair do país antes de retornar aos gramados. O Santos cogita mandar o jogador a um especialista nos Estados Unidos para reavaliá-lo e acelerar seu retorno. Com a séria lesão no olho direito já tratada, o camisa 11 precisa esperar o próprio organismo absorver o sangue que ainda causa uma mancha em sua visão. A tendência é que vá acompanhado de um médico do clube. O problema é que o setor passa por uma reformulação e, portanto, não se sabe ainda quem irá acompanhá-lo. Nesta quinta-fera, três médicos foram demitidos.

Bruno Henrique se machucou na primeira rodada do Campeonato Paulista (Foto: Ivan Storti/Santos)
Bruno Henrique se machucou na primeira rodada do Campeonato Paulista (Foto: Ivan Storti/Santos)
Foto: LANCE!

Maurício Zenaide, Ricardo Nobre e Rodrigo Zogaib tiveram suas demissões concretizadas na noite desta quinta. O clube divulgou nota oficial anunciando a decisão de reformular o setor, como o LANCE! adiantou. Antes nas categorias de base, Jorge Merouço assume a coordenação do departamento. A tendência é que seja dele a decisão de quem enviar junto ao camisa 11 para os Estados Unidos.

Bruno Henrique está afastado dos gramados desde o dia 17 de janeiro. Na primeira rodada do Campeonato Paulista, levou uma bolada no olho direito e, quase dois meses depois, ainda sofre com os efeitos da lesão: tem uma mancha da visão e não está preparado para voltar a atuar. A demora no retorno do jogador chegou a irritar alguns membros da diretoria santista.

O oftalmologista Celso Afonso é o especialista responsável por cuidar do caso do atacante do Santos. Bruno Henrique tem usado diariamente óculos para proteger o local, mas a demora na melhora de seu quadro impulsionou o Santos a buscar novas opções. Um problema no passaporte do jogador pode retardar a viagem.

Outras demissões

Os fisioterapeutas Diego Guietti e Tom Pierin e a pscicóloga Juliane Vechio, que também trabalhavam com o elenco profissional, já haviam sido demitidos.

Veja também:

LANCE!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade