0

Quem chega e quem sai? Clubes do Brasil se movimentam por gringos

Equipes brasileiras se reforçaram, mas também perderam atletas estrangeiros na atual janela de transferências; limite da CBF é de cinco gringos por partida

10 ago 2018
14h36
atualizado às 14h36
  • separator
  • comentários

O mercado de transferências do futebol é sempre um fator atrativo à parte da bola nos pés em si. Nas janelas, o público aguarda ansioso para acompanhar as negociações que irão moldar a temporada do esporte brasileiro, com reforços e saídas no seu clube de coração, além de novidades nos rivais.

Neste período de transferências no meio de 2018, a presença de 'gringos' é um fator de destaque. Houve estrangeiros deixando o país, mas novos rostos também marcaram presença - e rolou até mesmo uma troca entre clubes dentro do território tupiniquim. O LANCE! fez um balanço das movimentações estrangeiras na janela brasileira; confira abaixo.

Os 'novos' gringos que chegam ao país do futebol
A janela de transferências brasileira ainda tem alguns dias de negociações pela frente, mas clubes do país já garantiram a presença de novos reforços estrangeiros em seus elencos.

Uma das contratações estrangeiras de maior renome na atual janela é a de Bryan Ruiz, jogador do Santos. Titular absoluto e camisa 10 da seleção da Costa Rica, o atleta chegou ao Peixe em meados de julho e fechou contrato com o clube da Vila Belmiro por duas temporadas. Além do costarriquenho, os estrangeiros Carlos Sánchez e Derlis González também chegaram para integrar o elenco do alvinegro praiano.

Bryan Ruiz é um dos maiores gringos que desembarcou no Brasil nesta janela (Ivan Storti | Santos FC)
Bryan Ruiz é um dos maiores gringos que desembarcou no Brasil nesta janela (Ivan Storti | Santos FC)
Foto: LANCE!

Bryan Ruiz é um dos novos estrangeiros atuando em clubes do Brasil (Foto: Ivan Storti/Santos)

Fernando Uribe é um dos dois jogadores estrangeiros que chegaram ao Rubro-Negro na atual janela. O atacante colombiano firmou contrato com o clube carioca pelas próximas três temporadas, vindo do Toluca (México). O volante Piris da Motta, que estava no San Lorenzo, foi a última aquisição feita para o time rubro-negro; o paraguaio tem vínculo com o Flamengo por quatro anos.

Bryan Cabezas, que foi contratado pelo Fluminense, e Maxi López, novo atleta do Vasco, fecham as movimentações estrangeiras dos quatro grandes clubes do Rio de Janeiro nesta janela. O Botafogo, por outro lado, não anunciou quaisquer reforços.

Na cidade do Galo, dois novos estrangeiros também apareceram nesta janela. O colombiano Yimmi Chará e o uruguaio David Terans são os novos jogadores do Atlético-MG. Já o rival Cruzeiro anunciou apenas a contratação do argentino Hernán Barcos; o vínculo se estende por uma temporada.

Colombiano Fernando Uribe é um dos novos gringos do Flamengo (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

O Palmeiras também tem uma nova dupla gringa, com Gustavo Gómez e Nicolás Freire se juntando ao elenco do Verdão. Já no São Paulo, a única contratação estrangeira foi a do meia-atacante equatoriano João Rojas.

Vale lembrar que o regulamento da CBF estipula o limite de cinco estrangeiros (em uma mesma equipe) atuando por jogo no Brasil. A mudança passou a contar em 2014; anteriormente, a entidade máxima do futebol brasileiro permitia a presença de apenas três gringos em um mesmo plantel.

Vitória é recordista em reforços estrangeiros na janela
Até o momento, é o Vitória o clube com maior número de reforços na janela, com quatro. Recentemente, o Leão anunciou as chegadas do quarteto argentino Walter Bou, Marcelo Meli, Marcelo Benítez e Osvaldo Arroyo.

Bou deixou o Boca Juniors, ao passo que Meli estava no Racing. Já Benítez defendia as cores do Defensa (Argentina); Arroyo, por sua vez, chegou ao Leão emprestado pelo Cianorte.

Walter Bou é um dos novos argentinos no elenco do Vitória (Foto: Divulgação/Vitória)

Estrangeiros deixaram Brasil rumo a clubes ao redor do mundo
Há os gringos que chegam, mas também há sempre os estrangeiros que deixam o Brasil. Na atual janela de transferências, o "general" Balbuena deixou o Corinthians para seguir carreira no West Ham, da Inglaterra. O zagueiro foi liberado após pagamento da multa rescisória de cerca de R$18 milhões.

Otero foi mais um gringo a deixar seus companheiros no Brasil para seguir carreira em um clube estrangeiro nesta janela. O meia venezuelano, que estava no Atlético-MG, agora defende a camisa do Al-Wehda, da Arábia Saudita. O jogador, que firmou contrato por um ano com o clube saudita, foi anunciado no início de junho; valores da negociação não foram divulgados.

Já Cueva, que defendia o São Paulo, seguiu para o Krasnodar; o ex-Tricolor foi vendido ao clube russo por 8 milhões de euros (cerca de R$ 36 milhões). O meia também tinha sido sondado por Orlando City (Estados Unidos) e Independiente (Argentina), mas a possibilidade de disputar a Liga Europa foi um dos fatores decisivos na escolha do peruano.

"General" Balbuena deixou o Corinthians rumo ao West Ham, da Inglaterra (Reprodução/West Ham)

Mena é um dos estrangeiros que não atuará mais por um clube do Brasil. O lateral-esquerdo, que estava no Bahia, foi transferido ao Racing, da Argentina. Conforme divulgado pelo clube baiano, a negociação com o clube de Avellaneda envolveu R$2,3 milhões, sendo que 80% dos direitos do atleta pertenciam ao Esquadrão de Aço.

A lista de gringos que deixaram o Brasil no atual período de transferências também inclui nomes como Riascos (ex-Vasco), Pavez (ex-Atlético-PR) e Kazim (ex-Corinthians). Nesta janela, os atletas foram transferidos ao Dalian Yifang (China), Colo-Colo (Chile) e Lobos BUAP (México), respectivamente.

Troca-troca 'gringo' dentro do território brasileiro
Em transações dentro do território tupiniquim, o maior destaque fica certamente com a saída de Guerrero do Flamengo rumo ao Internacional. O vínculo do atacante com o Rubro-Negro originalmente se estendia até esta sexta-feira, 10 de agosto.

O Colorado ainda não fez o anúncio oficial - afinal, restam alguns detalhes para que o contrato (de prováveis três anos, como apurou o L!), mas a ida do peruano para terras gaúchas já está acertada.

Além de Guerrero, outro jogador estrangeiro que trocou entre clubes da Série A nesta janela foi Oswaldo Henriquez. O colombiano, que estava sem espaço no Sport, agora reforça o Vasco. O zagueiro jogou sua última partida pelo clube pernambucano no dia 15 de fevereiro e chegou ao Cruz-maltino livre de custo.

*Sob supervisão do editor Leonardo Martins

LANCE!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade