PUBLICIDADE

Presidente do Santos sobre trazer Robinho: Seria insanidade

Ainda assim, Orlando Rollo admitiu que conversará com a representante do atacante nesta sexta-feira (09)

9 out 2020 - 00h35
(atualizado às 07h34)
Ver comentários
Publicidade

O presidente em exercício do Santos, Orlando Rollo, descartou de momento a contratação do atacante Robinho. No entanto, ele admitiu que irá conversar com a representante do jogador, Marisa Alija, nesta sexta-feira (09).

Robinho acumula três passagens pelo Santos (Foto: Ivan Storti/Lancepress!)
Robinho acumula três passagens pelo Santos (Foto: Ivan Storti/Lancepress!)
Foto: LANCE!

O mandatário do Peixe disse que gostaria de contar com o "Rei das Pedaladas", mas vê inviabilidade na contratação do atleta em um momento que o clube lutar para driblar dívidas. Nesta quinta-feira (08) o Alvinegro avançou em um acordo com o Hamburgo referente a uma dívida pelo não pagamento pelo zagueiro Cléber Reis, contratado em 2017, mas ainda tem duas pendências prioritárias, com o Huachipato (CHI) e Atlético Nacional (COL), pelas dívidas na aquisição por Soteldo e Felipe Aguilar.

"Temos que ter coerência e passar a verdade ao torcedor. Não podemos enganar ou iludir. Santos está na beira do abismo e seria insanidade trazer um jogador do nível do Robinho. Ele é meu ídolo, precisamos de reforços, Cuca pede. Mas Santos está falido", disse Rollo após a reunião do Conselho Deliberativo do Peixe.

"Nossa prioridade é pagar dívidas ou renegociar. Precisamos que o clube sobreviva pelo menos até dezembro, quando uma nova gestão se inicia. No momento, apesar de eu querer trazer, está descartado. Repito: não podemos enganar o torcedor", completou.

Embora Robinho esteja livre no mercado desde agosto, quando encerrou o seu vínculo com o Istambul Basaksehir, questões como luvas e premiações são empecilhos para que ele chegue neste momento para a sua quarta passagem pela Vila Belmiro.

Além disso, o Santos tem uma dívida de R$ 4 milhões com o atacante, referente a última passagem dele no clube, entre 2014 e 2015.

Lance!
Publicidade
Publicidade