2 eventos ao vivo

Perto do retorno, Walter terá outro julgamento e pode ser suspenso

Ao LANCE!, João Vicente, advogado do Goiás, explica situação do processo. Jogador está afastado dos gramados por conta de doping e volta está marcada para o dia 7 de julho

26 jun 2019
20h02
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O atacante Walter está próximo de voltar aos gramados, mas pode ficar suspenso novamente. O retorno do atacante do Goiás está marcado para o dia 7 de julho, mas haverá outro julgamento em curso. Deste modo, o LANCE! entrou em contato com o advogado do clube esmeraldino, João Vicente Pereira Morais, para esclarecer o caso.

Atacante ainda está suspenso por doping até 7 julho (Foto: Divulgação/Goiás)
Atacante ainda está suspenso por doping até 7 julho (Foto: Divulgação/Goiás)
Foto: Lance!

- Ele e a Procuradoria recorreram. Então, vai ter o julgamento do recurso. Se a decisão for contrária a dele e houver aumento da pena, ele volta a ficar suspenso - declarou.

Vale lembrar que, no início do ano, o jogador foi pego no exame de doping do jogo do CSA contra o Brasil de Pelotas, pela Série B, em 5 julho de 2018. A amostra da urina acusou a presença de furosemida e metabólicos de sibutramina, substâncias encontradas em remédios para emagrecer.

Em maio, o clube goiano oficializou o retorno do atleta. A diretoria estabeleceu metas para o atacante cumprir e ofereceu um contrato de três meses para ficar em forma. Caso conquiste objetivos, pode estender o contrato até o fim da temporada. Nos últimos treinos, o atleta de 29 anos, vem se destacando.

Para alegria de Walter, o julgamento ainda não tem data marcada. Deste modo, ele pode entrar em campo a partir do dia 7 de julho. Se estiver em condições, pode estrear pelo Campeonato Brasileiro após parada para a Copa América.

- Não. O julgamento ainda não tem data marcada, à princípio. Pode demorar meses ainda. Enquanto isso, ele pode jogar. No momento em que o Campeonato Brasileiro voltar, ele já pode entrar em campo - afirmou o advogado.

João Vicente ressaltou que não fará a defesa de Walter. Desde o começo do caso, o jogador contratou os serviços da advogada Luciana. Neste momento, o Goiás apenas monitora a situação.

- Não vamos defender o jogador neste caso. Quem acompanha ele é uma advogada contratada por ele. O Goiás só acompanha e monitora o julgamento - completou.

O Goiás fará um amistoso contra o Racing-URU, no dia de 6 julho, na Serrinha. Porém, Walter não deverá participar deste compromisso, porque a partida contra a equipe uruguaia, apesar de ser amistosa, é um compromisso oficial. Pelo Brasileirão, Esmeraldino encara o Flamengo, fora de casa.

Veja também:

Momento ruim de Corinthians e Palmeiras no Brasileiro são destaques da Coluna de Vídeo
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade