0

Peres nega pedido de Sampaoli para priorizar Santos na Vila: 'Pendenga'

Técnico afirmou em entrevistas recentes que prefere jogar sempre em casa, porém, presidente do Peixe visa receita e mandará 50% dos jogos para a capital

19 mai 2019
06h05
atualizado às 06h05
  • separator
  • 0
  • comentários

Visando bilheteria e lucro, o presidente José Carlos Peres recusou o pedido do técnico Jorge Sampaoli para priorizar os jogos do Santos na Vila Belmiro. O argentino explicou que se sente melhor em casa e que, se dependesse dele, todos as partidas ocorreriam na Baixada Santista.

Técnico do Santos dá preferência para jogos na Vila Belmiro (Foto: Ivan Storti)
Técnico do Santos dá preferência para jogos na Vila Belmiro (Foto: Ivan Storti)
Foto: Lance!

Porém, embora Sampaoli tenha dado seu ponto de vista, o dirigente reafirmou que irá enviar 50% dos duelos para a capital por conta do grande número de santistas e que o cansaço que dizem sentir por conta das viagens à São Paulo é uma "pendenga".

- Enxergo o seguinte: equipe estava cansada, fez um treino na casa de um coirmão. Não enxergo como jogar na Vila ou São Paulo, estádio não tem a ver com isso. Grandes equipes ganham em qualquer lugar. Na Vila, Pacaembu, Maracanã ou Anfield. É 50% em Santos e em São Paulo, não fugiremos disso. Vamos satisfazer torcida de São Paulo, muito grande, e Santos. Se a Vila lotasse todo jogo, com 14 ou 15 mil, não precisaria jogar em São Paulo. Preciso de receita. Futebol é profissional, não temos uma grande empresa por trás que nos ajuda, então temos que jogar em São Paulo. Hoje teve 32 mil aqui. Torcida do Santos em São Paulo também tem que lotar - explicou Peres.-. Dependemos de renda. Isso de Santos e São Paulo é pendenga, não cansa ninguém. Equipe campeã brasileira em 2004 concentrava em Santos e subia a serra no dia do jogo. Isso de São Paulo não se justifica. Santos e São Paulo são salutares para o Santos. Santos tem boa torcida em Santos e grande torcida em São Paulo. Vamos jogar em Santos e em São Paulo - acrescentou.

No Pacaembu a média de público pagante é de em torno de 15.500 torcedores em nove jogos nesta temporada, o que gera uma renda bruta de R$ 4.577,363. Já na Vila Belmiro, em quatro jogos a média de santistas foi de 9 mil e renda de R$ 1.249,112.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade