PUBLICIDADE

Palmeiras vence pela quinta vez e confirma se sentir em casa em Itaquera

Retrospecto em decisões recentes evidencia o hábito do Verdão em superar o rival

17 mai 2021 09h32
| atualizado às 09h46
ver comentários
Publicidade

Neste domingo (16), o Palmeiras levou a melhor sobre o Corinthians mais uma vez em Itaquera e garantiu sua vaga na final do Paulistão 2021. O Verdão deixou claro que tem o estádio do Alvinegro como uma segunda casa ao vencer pela quinta vez e ampliar sua vantagem como visitante com mais vitórias na, atual, Neo Química Arena.

Verdão tem histórico de não se intimidar na casa do rival (Cesar Greco/Palmeiras)
Verdão tem histórico de não se intimidar na casa do rival (Cesar Greco/Palmeiras)
Foto: Lance!

O retrospecto contabiliza, além dos triunfos, seis derrotas e cinco empates. Entretanto, com a vitória deste final de semana, o Alviverde superou o Corinthians em gols feitos e passou a ter saldo positivo na arena - 16 contra 15. Além disso, é disparado o clube que mais gols anotou visitando a nova casa do rival.

O histórico geral só perde para o recorte dos últimos oitos jogos - representa metade dos duelos - nos quais o Verdão possui 50% de aproveitamento (3V, 3V, 2V). Sem contar com o fato de que quatro dos últimos seis Dérbis de invencibilidade foram disputados no campo alvinegro. O clube marcou seis gols e foi vazado apenas duas vezes - no mesmo confronto.

Esta é a segunda eliminação que o rival sofre na sua arena para o Alviverde, sem nunca ter eliminado o Palmeiras por lá. Na primeira oportunidade, em 2015, a partida também foi válida pelas semifinais do Estadual, mas foi decidida nos pênaltis, consagrando o goleiro Fernando Prass como herói depois de defender duas cobranças do adversário.

Apesar deste episódio, a primeira vitória em Itaquera no tempo regulamentar ocorreu apenas alguns meses depois, pelo Campeonato Brasileiro. Em 31 de maio de 2015, Zé Roberto e Rafael Marques marcaram e o Verdão venceu por 2 a 0. O triunfo abriu a porta para outras vitórias históricas, como a do Brasileirão de 2016, que ajudou a equipe a consolidar-se na ponta da tabela, garantindo posteriormente a taça ao Maior Campeão Nacional.

Classificado mais uma vez em cima do Corinthians, o Palmeiras agora enfrenta o São Paulo na decisão do Paulistão, buscando o bicampeonato seguido e o 24º título na galeria. As datas das finais ainda estão em aberto e devem ser definidas amanhã pela FPF em conjunto com a diretoria do clubes.

Lance!
Publicidade
Publicidade