2 eventos ao vivo

'Não tira meu sono', afirma Bandeira sobre pedidos de impeachment

Presidente do Flamengo e vice Ricardo Lomba falaram sobre o clima político no clube

17 out 2018
12h27
atualizado às 12h27
  • separator
  • 0
  • comentários

Os bastidores do Flamengo estão agitados com a proximidade da eleição presidencial, com pedidos por impeachment do presidente Eduardo Bandeira de Mello e a possibilidade de impugnação da chapa de Ricardo Lomba, atual vice de futebol e o nome da situação.

(Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)
(Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)
Foto: Lance!

Os dois estiveram em uma entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira, onde a pauta foi a venda do meia Lucas Paquetá ao Milan, da Itália, mas aproveitaram para comentar o assunto.

- Todo dia surge um inquérito novo para pedir meu impeachment. Um deles sobre a compra do Vitinho. Os contratos estão com o Conselho Fiscal. Transação do Vitinho foi totalmente transparente. Pode abrir o inquérito que quiser. Não tira meu sono - afirmou Bandeira,

A questão do Lomba é o fato que, segundo o Conselho Jurídico, ele deveria deixar o cargo que ocupa na Receita Federal para que possa se manter na corrida no pleito rubro-negro.

O dirigente afirmou que o processo eleitoral do Flamengo é autofágico e garantiu que a questão da candidatura está sendo analisada pelos órgãos responsáveis no clube rubro-negro.

- Objetivo dessa reunião é outro, mas vou fazer breves comentários. Flamengo, em ano de eleição, passa pelo período mais autofágico. É assustador. Você vem para ajudar no desenvolvimento do clube. A gente vem lotado de boa intenção e até com certa dose de ingenuidade. Lamento demais que a eleição do Flamengo venha sendo comentada por conta dessa questão. A Comissão Eleitoral está avaliando, vai para o Conselho de Administração. Está sendo avaliado. Só acho que as pessoas podiam ter um pouquinho mais de responsabilidade - apontou.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade