0

Na Vila, Palmeiras tem primeira chance de jogar pressão no líder

Acostumado a atuar depois do Flamengo, Verdão encara Santos nesta quarta, um dia antes do líder, e joga para se manter na segunda colocação e reduzir distância de cinco pontos

9 out 2019
08h02
atualizado às 08h08
  • separator
  • 0
  • comentários

O Palmeiras encara nesta quarta-feira, às 21h30, na Vila Belmiro, a sua primeira grande decisão sob o comando de Mano Menezes. Diante do Santos, a equipe não pode perder, caso contrário cairá para a terceira posição do Campeonato Brasileiro, mas também tem a missão de vencer para, depois de seis rodadas jogando antes, fazer o Flamengo atuar pressionado com seu mais próximo seguidor ainda mais perto.

Em Santos, Mano Menezes encara seu primeiro clássico à frente do Palmeiras (Foto: Agência Palmeiras/Divulgação)
Em Santos, Mano Menezes encara seu primeiro clássico à frente do Palmeiras (Foto: Agência Palmeiras/Divulgação)
Foto: Lance!

Desde que perdeu por 3 a 0 para o Flamengo, em 1 de setembro, na partida que gerou a saída de Luiz Felipe Scolari, o Verdão jogou depois do clube carioca nas seis rodadas seguintes, sempre pressionado a ter seus resultados para ter o líder à vista. Nesta 23ª rodada, a sequência se inverteu, já que o Rubro-Negro atua somente nesta quinta-feira, recebendo o Atlético-MG, no Maracanã.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão clicando aqui
Somar três pontos no litoral nesta noite derrubaria a vantagem rubro-negra para dois pontos, a menor desde que o time do técnico português Jorge Jesus ultrapassou o Palmeiras. Até agora, os atuais líderes estiveram a mais de cinco pontos apenas quando o atual campeão brasileiro tinha uma partida a menos.

O embalo sob o comando de Mano Menezes parou nas duas últimas rodadas. Depois de cinco vitórias consecutivas, o Verdão segue invicto com o técnico, mas vem de dois empates. O mais lamentado no domingo, com 1 a 1 diante do Atlético-MG, no Allianz Parque. Mas já tinha obtido o mesmo placar ao visitar o Inter, em Porto Alegre, no fim de semana anterior. Com uma vitória em um desses dois jogos, teria chance de terminar esta quarta-feira como líder.

O primeiro clássico com o novo treinador traz a possibilidade de retomar a força na caça ao Flamengo. Ao mesmo tempo, há o risco de ficar ainda mais para trás. O Palmeiras soma 47 pontos, contra 44 do Santos, terceiro colocado. Se perder, o rival o iguala na pontuação e ultrapassa na tabela porque acumularia sua 14ª vitória, uma além do Verdão, tornando-se superior no primeiro critério de desempate.

É a primeira grande decisão no caminho do técnico, contratado há pouco mais de um mês. E uma prova da qualidade de seu trabalho. Mano Menezes venceu Goiás, Fluminense, Cruzeiro, Fortaleza e CSA, seus primeiros adversários, porém todos integrando a metade de baixo da tabela quando encararam o Palmeiras. Depois, vieram os empates que interromperam o embalo.

A expectativa de voltar a vencer vem em meio a desfalques. O Palmeiras não contará com o goleiro Weverton e o zagueiro Gustavo Gómez, ambos já a serviço das seleções de Brasil e Paraguai, respectivamente. Também está vetado o centroavante Deyverson, que é reserva, porque cumpre suspensão por acúmulo de cartões amarelos.

Por outro lado, Luiz Adriano, dono da posição de referência no ataque, volta depois de ficar fora por desgaste físico. Fernando Prass é o principal candidato a assumir o gol, deixando Jailson no banco, e Luan deve formar a zaga com Vitor Hugo. A dúvida fica na armação, já que Lucas Lima ficou com a vaga de Gustavo Scarpa no último jogo, mas não agradou, enquanto o antigo titular mostrou que pode retomar a titularidade e deu assistência para Dudu.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade