0

Na contramão de outros laterais, Caio Henrique encontra sua posição e lidera estatísticas

Lateral foi um dos destaques da vitória do Fluminense sobre o São Paulo por 2 a 0

8 nov 2019
12h16
atualizado às 12h16
  • separator
  • 0
  • comentários

Por muitos anos o futebol brasileiro se acostumou a ver grandes laterais, principalmente os que se destacavam ofensivamente, se tornando meias de criação. Foi assim com Leonardo, Felipe, Zé Roberto, Athirson, Gilberto... Nesse Brasileirão, por exemplo, temos Daniel Alves, titular da Seleção Brasileira, vestindo a camisa 10 no São Paulo. Na contramão disso, vem Caio Henrique.

Cai Henrique fez linda jogada em gol do Fluminense (MAÍLSON SANTANA/FLUMINENSE)
Cai Henrique fez linda jogada em gol do Fluminense (MAÍLSON SANTANA/FLUMINENSE)
Foto: Lance!

Criado nas divisões de base do Santos, Caio sempre foi meio-campista, exercendo diferentes funções nessa faixa do gramado. No Peixe e no Atlético de Madrid, clube que é dono de seus direitos, assim como no Paraná, chegou a atuar mais adiantado, mas nunca escondeu a preferência por jogar mais recuado, como um segundo homem da linha média.

Emprestado ao Fluminense, porém, ganhou mais uma experiência para adicionar ao seu currículo: lateral-esquerdo. E tem sido bem sucedido até agora. Deslocado por Fernando Diniz para ocupar a posição no início do ano, Caio vem sendo um dos destaques do Brasileiro na função. Tanto que vem sendo lembrado para a Seleção Olímpica.Contra o São Paulo, nessa quinta-feira, o camisa 19 fez uma linda jogada para o gol de Marcos Paulo, o segundo no triunfo carioca por 2 a 0. Foi apenas o seu segundo passe para gol no campeonato, mas o 42º para finalização, de acordo com dados do Footstats. É o único lateral a figurar entre os dez jogadores que mais dão assistências para seus companheiros concluírem, superando Marcos Rocha, do Palmeiras, com 41, e empatando com Arrascaeta, do Flamengo.

Apesar da qualidade ofensiva, Caio lidera ainda outros fundamentos, inclusive de defesa. Maior passador do Campeonato Brasileiro, com 1604 toques certos, é também o 5º maior ladrão de bolas da disputa, com 69 roubos corretos, a maior marca do Flu.

Números que confirmam a grande fase do polivalente jogador, que parece ter encontrado a sua real posição.

JOGADORES COM MAIS ASSISTÊNCIAS PARA FINALIZAÇÃO NO BRASILEIRO
- Dados do Footstats

1º - Éverton Ribeiro - Flamengo - 64
2º - Carlos Sánchez - Santos - 60
3º - Dudu - Palmeiras - 58
4º - Camilo - Chapecoense - 52
5º - Robinho - Chapecoense - 50
6º - Artur - Bahia - 47
7º - Cazares - Atlético-MG - 45
8º - Pedrinho - Corinthians - 44
9º - Caio Henrique - Fluminense - 42
Arrascaeta - Flamengo - 42

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade