0

'Messi ganhava os títulos no Barça, não Guardiola', diz ex-técnico alemão

Félix Magath, tricampeão alemão, considera o estilo de jogo do espanhol 'entediante' para os espectadores

12 out 2020
16h33
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Pep Guardiola é tido por muitos como o melhor técnico em atividade no futebol. Reconhecido pelo jogo vistoso e os inúmeros títulos conquistados, o espanhol é praticamente uma unanimidade. Praticamente, porque para o ex-treinador alemão Félix Magath, o atual comandante do Manchester City é supervalorizado.

Félix Magath encerrou a carreira de técnico após comandar o Shandong Luneng, da China (Foto: Reprodução)
Félix Magath encerrou a carreira de técnico após comandar o Shandong Luneng, da China (Foto: Reprodução)
Foto: Lance!

Em entrevista ao Sport Bild, da Alemanha, Magath disse que o Barcelona só foi vencedor graças ao argentino Lionel Messi. O alemão ainda lembrou as eliminações precoces de Guardiola na Liga dos Campeões com o Bayern de Munique e Manchester City. O último título que o técnico espanhol conquistou foi justamente com o Barça, em 2010/11.

- Foi Messi quem ganhou os títulos, não Guardiola. Sem Messi, esse sistema nunca teria funcionado com tanto êxito. Se fosse o contrário, Guardiola teria conquistado a Liga dos Campeões com o Bayern e o Manchester City há muito tempo. Ele ganhou graças ao Messi, que podia mudar uma partida do nada - cutucou Magath.

Tricampeão alemão, duas vezes com o Bayern de Munique e uma com o Wolfsburg, Magath ainda considerou o estilo de jogo aplicado por Guardiola como ''entediante''.

- O jogo dos times dele só funcionam se ele tem jogadores tecnicamente superiores aos seus rivais. Para o espectador, ter a bola e fazê-la girar, é simplesmente entediante. Uma equipe de alto nível, não necessita disso - finalizou o ex-técnico alemão.

Guardiola treinou o Barcelona durante quatro temporadas e conquistou 14 títulos, sendo duas Liga dos Campeões, dois Mundiais de Clubes e três Campeonatos Espanhois. Sob seu comando, Lionel Messi foi eleito o melhor do mundo quatro vezes seguidas.

Veja também:

Coluna de Vídeo: O Terrorismo Esportivo precisa ser combatido
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade