11 eventos ao vivo

Martine Grael e Kahena Kunze estreiam no Mundial de 49erFX

Campeãs olímpicas buscam repetir feito de 2014 para garantir o bicampeonato no torneio

2 dez 2019
13h14
  • separator
  • 0
  • comentários

As brasileiras Martine Grael e Kahena Kunze disputam a partir desta terça-feira o Campeonato Mundial de 49erFX, em Auckland, na Nova Zelândia. Campeãs em 2014, elas tentarão o bicampeonato. O evento, que acontece até o domingo, vai distribuir seis vagas para os Jogos Olímpicos de Tóquio-2020 e promete uma competição acirrada entre as melhores velejadoras do mundo.

Martine e Kahena levaram o ouro no Pan de Lima (Foto: Jonne Roriz/COB)
Martine e Kahena levaram o ouro no Pan de Lima (Foto: Jonne Roriz/COB)
Foto: Lance!

- O Mundial aqui vai ser num local bem diverso, os locais para regata são muito diferentes um do outro. Um pouco como o Rio, apesar das condições não serem parecidas. Em comparação ao ano passado, estamos nos sentindo bem treinadas, com o dever de casa feito. Desde de janeiro estamos treinando novamente com o Javier Torres e a Martha Rocha, que fez milagre com a gente no ano passado, está nos dando umas ajudas pontuais - ressalta Martine, que no Mundial de 2018, junto com Kahena, conquistou a vaga do Brasil para os Jogos Olímpicos.

- Depois de uma temporada no Japão, estamos aqui em Auckland treinando há três semanas. E as condições são bem diferentes da que encontramos por lá. Vamos ter 8 opções de raias e a organização vai escolher a melhor para cada dia dependendo das condições. O Mundial é um campeonato muito importante. Além das 6 vagas que ainda estão em jogo para as Olimpíadas, a disputa pela definição das duplas que vão representar os países já começou. Acredito que todas estão bem preparadas para o campeonato - diz Kahena.

A primeira regata está programada para essa terça-feira, às 14h, horário local. A medal race será no sábado, dia 8 de dezembro. A disputa na classe 49erFX contará com 61 duplas de 26 países, que foram divididas em dois grupos. Martine e Kahena disputam a competição na flotilha amarela junto com outras 30 duplas.

O Mundial é o evento mais importante do calendário da vela antes dos Jogos Olímpicos de Tóquio. É chance que os velejadores têm para saber como está o desempenho perante os melhores do mundo. A competição reúne as classes 49er, 49erFX e Nacra 17, e vai distribuir nada menos do que 15 vagas para os Tóquio 2020: quatro para 49er; cinco para Nacra 17; seis para 49erFX. Lembrando que nas Olimpíadas participam apenas 20 países por classe e muitas das nações com tradição na vela ainda não se classificaram.

Na semana passada Martine Grael e Kahena Kunze disputaram o Campeonato da Oceania, também em Auckland. O evento que foi um esquenta para o Mundial e a dupla campeã olímpica na Rio-2016 conquistou a prata.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade