1 evento ao vivo

Lima relembra arbitragem de jogo polêmico de 1964: 'Foi tendenciosa'

22 jun 2015
17h17
  • separator
  • comentários

Ídolo do Santos, Lima lembra que foi tendenciosa a arbitragem do jogo contra o Independiente, válido pela semifinal Libertadores de 1964, que pode ter sofrido influência de Julio Grondona, presidente da Federação Argentina (AFA) de 1979 até falecer em 2014.

Lima
Lima
Foto: Ivan Storti

No domingo, o canal "América TV", da Argentina, revelou o conteúdo de escutas telefônicas gravadas em 2013 pela Justiça local. Em uma das conversas, Grondona, então presidente do clube argentino, diz que "ganhou" a arbitragem no jogo entre Santos e Independiente.

- Em 64, quando jogamos com o Santos, eu ganhei de Leo Horn, que era holandês, com os dois bandeiras - disse Grondona, em conversa com Abel Gnecco, presidente da comissão de arbitragem da AFA.

Naquela partida, o Independiente ganhou por 3 a 2 no Maracanã. O árbitro, porém, foi o inglês Arthur Holland, com auxiliares paraguaios. Com uma nova vitória em Avellaneda (ARG), a equipe avançou para a final da Libertadores e, depois, foi campeã.

- O Independiente sempre foi difícil, mas nesse jogo foi incrível. Fazia tempo que não sofríamos assim. O tempo inteiro marcaram faltas para eles. Ficamos nervosos. A bola ia e voltava para eles. Sem tirar o mérito deles, eram os melhores da Argentina. Mas a arbitragem foi tendenciosa - relembra Lima, ao LANCE!.

- Entre nós mesmo comentávamos. Os argentinos tinham força politica, mas não suportavam nossa equipe, porque era forte demais. Reclamamos com o bandeirinha o tempo todo, principalmente no ataque, porque marcaram impedimento o tempo todo e teve muito lance duvidoso. Não foi só esse jogo. Contra time argentino tinha alguma coisa - acrescenta o ídolo, que atuou como titular na lateral direita do Peixe naquele jogo.

Apesar das conversas divulgadas mostrarem possíveis irrefularidades, o presidente do Santos, Modesto Roma Júnior, afirmou que não tomará nenhuma providência a respeito deste assunto. O Peixe conquistou três vezes a Libertadores: 1962, 1963 e 2011.

LANCE!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade