7 eventos ao vivo

Khabib cogita deixar o UFC após declaração de Dana; entenda

Presidente do UFC, Dana White afirmou, no sábado (6), logo após a confusão em Las Vegas (EUA), que iria demitir Zubaira Tukhugov, amigo de Khabib, que agrediu McGregor

11 out 2018
15h24
atualizado às 17h27
  • separator
  • comentários

Continuando a repercussão da confusão do UFC 229, que aconteceu no último sábado (6), Khabib Nurmagomedov divulgou uma mensagem em sua conta oficial no Instagram na quarta-feira (10) dando um recado ao Ultimate. "The Eagle" garantiu que se a franquia demitir o seu amigo Zubaira Tukhugov, também vai deixar a organização.

Khabib ameaçou deixar o UFC, caso o seu amigo, envolvido na briga no UFC 229, seja demitido (Foto: Getty Images)
Khabib ameaçou deixar o UFC, caso o seu amigo, envolvido na briga no UFC 229, seja demitido (Foto: Getty Images)
Foto: Lance!

Na declaração, Khabib citou que não começou a briga e que apenas terminou o que foi iniciado no UFC 223, em abril, quando Conor McGregor e seus parceiros fizeram um atentado contra o ônibus - que carregava o russo. O campeão dos leves também comentou sobre uma parcialidade do UFC na hora de punir os responsáveis.

- Gostaria de enviar isso ao UFC. Por que vocês não demitiram ninguém que atacou o ônibus e machucou pessoas? Eles poderiam ter matado alguém ali. Por que não demitiram ninguém que insultou meu país, religião e família? Por que irá punir a minha equipe quando os dois times lutaram? Se vocês falarem que eu comecei, eu não concordo, apenas terminei o que ele começou. Em qualquer caso, me puna, o Zubaira Tukhugov não tem nada a ver com isso. Se vocês acham que eu ficarei calado, vocês estão errados. Cancelaram a luta do Zubaira e agora querem o demitir porque atingiu o Conor, mas não esqueçam que o Conor foi quem acertou meu irmão primeiro, veja o vídeo - escreveu o russo, que seguiu em defesa do seu amigo e mandou um recado para o UFC.

- Se vocês decidirem demiti-lo, saibam que me perderão também. Nunca desistimos dos nossos irmãos na Rússia e vou até o fim com meu irmão. Se ainda decidirem em demiti-lo, não se esqueçam de mandar a minha rescisão, ou então eu mesmo quebro o contrato. E uma última coisa: podem ficar com o dinheiro que estão segurando, vocês estão muito ocupados com isso, espero que não fique preso em suas gargantas. Defendemos nossa honra e isso é o mais importante. Temos intenção de ir até o fim - publicou Khabib.

Após vencer McGregor no último sábado (6), Nurmagomedov pulou para fora do octógono e atacou Dillon Danis, treinador de Jiu-Jitsu do irlandês. A ação gerou uma confusão generalizada. Tukhugov, que também é lutador do UFC, agrediu "Notorius".

Lance!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade