7 eventos ao vivo

Jogador do CRB avalia decisão da FIFA para cinco substituições na volta das competições

Luidy também relembrou o ambiente no CT e nos estádios, mas ressalta que é necessário a paralisação

13 mai 2020
17h28
atualizado às 17h28
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Após longo período com praticamente todas as competições forçadas a suspender seus jogos e as equipes cancelar os treinos, alguns países começam a voltar aos gramados do CT e tem campeonato que já tem data para acontecer novamente, como Alemanha e Portugal. No Brasil, com a situação da pandemia, Grêmio e Internacional voltaram a frequentar o CT, mas o governo estadual decretou a suspensão.Entre os clubes e federações do Nordeste ainda não há uma definição, mas também não pensam em voltar aos treinos no momento. Um dos artilheiros do CRB na temporada, Luidy revela a saudade de treinar com o elenco no CT, do ambiente da torcida no estádio, mas ressalta a necessidade de esperar e, quando for possível, tomar todos os cuidados necessários.

Divulgação/CRB
Divulgação/CRB
Foto: Lance!

'Claro que a vontade é voltar a treinar com o grupo no CT. Temos saudade do ambiente do elenco, da torcida nos apoiando nas partidas, então não vemos a hora de voltar tudo ao normal. Apesar disso, sabemos que é impossível no momento, primeiramente temos que pensar na saúde de toda população e é o que realmente importa agora. Acho que é necessário esperar para voltarmos a treinar no CT e, passando tudo isso, tomamos os devidos cuidados para ir à campo de novo', comentou o atleta.

Por conta da paralisação de todas as competições, a FIFA decretou que as equipes poderão realizar até cinco substituições. Isso acontece porque naturalmente os jogadores perdem um pouco do ritmo e do físico devido ao período de treinos em casa durante a quarentena. Luidy acredita que foi uma decisão acertada e afirma que a entidade pensou na saúde dos atletas.

'Achei uma medida muito positiva, pois todos sabemos que perdemos um pouco do ritmo nesta paralisação, é natural. Estamos treinando em casa, seguindo a programação do clube, mas sabemos que o ritmo é diferente de um jogo, que exige mais do nosso corpo. Acredito que a FIFA acertou porque pensou na saúde de todos nós e entende como será a volta aos gramados', concluiu o atacante.

Veja também:

A novela continua! Após desistir de espanhol, Palmeiras segue em busca de novo técnico
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade