2 eventos ao vivo

Jean se desculpa com elenco após declarações e diz: 'Não era momento'

Meia do Santos se mostrou chateado pela reserva nos últimos jogos e falta de comunicação com a diretoria do Peixe. Atleta ainda conversará com Paulo Autuori nesta quarta-feira

13 ago 2019
15h47
atualizado às 15h53
  • separator
  • 0
  • comentários

Após a derrota do Santos para o São Paulo, por 3 a 2, no último sábado, o meia Jean Mota desabafou na zona mista do Morumbi. O atleta estava chateado por ter perdido a sequência como titular na equipe de Jorge Sampaoli, além da falta de comunicação com a diretoria do Peixe nas últimas semanas.

Jean Mota se desculpou pelas declarações após o clássico contra o São Paulo (Foto: Ivan Storti/Santos)
Jean Mota se desculpou pelas declarações após o clássico contra o São Paulo (Foto: Ivan Storti/Santos)
Foto: Lance!

Jean Mota afirmou que prefere saber se há propostas para sair ou se o presidente José Carlos Peres conta com ele para o resto da temporada.

Em entrevista coletiva nesta terça-feira, no CT Rei Pelé, o camisa 41 se arrependeu pelas declarações e pediu desculpas ao elenco santista.

- Não fui avisado, mas se chegar a gente senta e conversa. Tenho contrato até 2022, minha intenção é ficar aqui. Estamos em bom momento, conversei com os jogadores depois da entrevista, pedi desculpa a todos. Querendo ou não, fica um mal estar. Não podemos estragar o ambiente que está bom. O foco é o Cruzeiro e não pode nos abalar - explicou o meia.
Jean Mota acredita que o diretor de futebol Paulo Autuori também pode esclarecer melhor a situação das propostas.

- Sim (se o presidente conta com ele ou não), propostas podem chegar ou não, mas como falei, tendo esse diálogo com o presidente para o jogador é bom. Mesmo que ele queira te vender, ele chega e fala 'olha, estou querendo te vender, a gente não conta com você ou conta com você'. Muitas vezes não têm isso, e gera um desconforto. Jogador não sabe se fica, saem matérias, algumas não são verdades, outras talvez. Com a chegada do Autuori vai ajudar, porque ele vai decidir e tomar a decisão. A gente não estava tendo o retorno do presidente se chegava proposta - afirmou Jean.

Após as folgas de domingo e segunda-feira, o Santos se reapresenta na tarde desta terça-feira, no CT Rei Pelé, visando o duelo contra o Cruzeiro, neste domingo, às 16h, no Mineirão, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Peixe segue líder do torneio nacional, com 32 pontos.

* Sob supervisão de Vinícius Perazzini

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade