2 eventos ao vivo

Gabriel Menino faz golaço e Palmeiras vence o Bolívar

Clubes brasileiros não venciam os donos da casa em La Paz, há 37 anos e Alviverde mantém os 100% de aproveitamento na Libertadores

16 set 2020
23h29
atualizado às 23h32
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Palmeiras teve fôlego para manter os 100% de aproveitamento na Copa Libertadores e venceu o Bolívar por 2 a 1 na altitude de La Paz, pela terceira rodada da fase de grupos. O Verdão lidera o Grupo B da competição.

Vanderlei Luxemburgo alterou o time e Rony entrou na frente ao lado de Willian. O atacante teve participação nos dois gols da vitória. No primeiro tempo, sofreu pênalti que Willian converteu. O camisa 29 chegou a 11 gols na temporada e divide a artilharia do time no ano ao lado de Luiz Adriano, poupado nesta noite em razão do desgaste muscular.

Jogadores do Palmeiras comemoram na vitória (Divulgação/Libertadores)
Jogadores do Palmeiras comemoram na vitória (Divulgação/Libertadores)
Foto: LANCE!

O Bolívar voltou a campo após mais de seis meses e, ao sair para buscar o empate na etapa final, deu espaços para o Verdão. Em uma jogada de Rony, mais uma vez, ele tocou para Gabriel Menino acertar um lindo chute de fora da área para fazer o primeiro tento dele como profissional.

Logo após o gol, Luxemburgo pediu calma ao time no banco de reservas. O problema é que logo na sequência os donos da casa descontaram com Marcos Riquelme, de cabeça. A bola aérea foi a única jogada de perigo da Academia.

Nos minutos finais, o Palmeiras sentiu o cansaço dos 3.650 metros de altitude, mas conseguiu conter a pressão para bater o Bolívar em casa, algo que não acontecia com um brasileiro desde 1983, com o Grêmio.

O Alviverde, de quebra, chega a 15 partidas consecutivas invicta e iguala a marca do ano passado, quando era comandado por Felipão.

FICHA TÉCNICA

BOLÍVAR 1 X 2 PALMEIRAS

Local: Hernando Siles, La Paz (BOL)

Árbitro: Piero Maza (Fifa/CHI)

Assistentes: José Retamal e Edson Cisternas, ambos do Chile

Renda e público: portões fechados

Cartões amarelos: Claudio Vivas (BOL) Zé Rafael, Gabriel Menino, Bruno Henrique e Danilo (PAL)

GOLS: Willian, 34'/1ºT (0-1), Gabriel Menino, 15'/2ºT (0-2), Marcos Riquelme, 22'/2ºT (1-2)

BOLÍVAR: Javier Rojas; Diego Bejarano, Adrían Jusino, Luiz Gutierrez e Jorque Flores; Cristhian Machado, Fidencio Oviedo, Roberto Fernandez (Ábrego, intervalo) e Erwin Saavedra (Anderson, 35'/2ºT); Juan Carlos Arce e Marcos Riquelme. Técnico: Claudio Vivas

PALMEIRAS: Weverton, Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Matías Viña; Ramires (Bruno Henrique, 9'/2ºT), Gabriel Menino, Zé Rafael (Gustavo Scarpa, 41'/2ºT) e Raphael Veiga (Danilo, 29'/2ºT); Rony (Gabriel Veron, 29'/2ºT) e Willian (Vitor Hugo, 41'/2ºT). Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

 

Veja também:

Vai ter jogo? Editor do L! analisa imbróglio na partida entre Palmeiras e Flamengo pelo Brasileirão
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade