2 eventos ao vivo
Logo do São Paulo
Foto: Marcos Bezerra / Futura Press

São Paulo

Dorival considera justa expulsão de Militão e faz defesa de Rodrigo Caio

Treinador aprovou atuação do árbitro Leandro Vuaden em cartão vermelho de lateral-direito contra o Vasco. Já o zagueiro completou 250 jogos pelo Tricolor neste domingo

12 nov 2017
20h09
atualizado em 13/11/2017 às 11h48
  • separator
  • comentários

O São Paulo terminou a partida deste domingo contra o Vasco em São Januário, empate por 1 a 1, com um jogador a menos. Aos 38 minutos do segundo tempo, o lateral-direito Éder Militão levantou o pé muito alto, atingiu o peito de Henrique e foi expulso. Em campo, os são-paulinos reclamaram, mas depois do jogo o técnico Dorival Júnior absolveu o árbitro Leandro Vuaden, considerando a decisão acertada.

Rodrigo Caio busca Paulinho
Rodrigo Caio busca Paulinho
Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br / LANCE!

- Foi uma jogada involuntária, mas foi merecida a expulsão. Não temos o que contestar no lance do Militão. Arbitragem foi correta - afirmou Dorival.
O técnico também saiu em defesa de Rodrigo Caio. Neste domingo, o zagueiro completou 250 jogos com a camisa do São Paulo, sendo o recordista do elenco. Mas sofreu muito com as críticas este ano, o que gerou a resposta do comandante. Ele pediu paciência.

- Número importante, marca na carreira de qualquer profissional, as pessoas têm de ter mais paciência com ele. Só nos momentos que o atleta sai que vai ter valor mensurado. Quando está presente, as contestações acontecem. Um grande jogador que teria vaga em qualquer time do futebol brasileiro - analisou Dorival.

Sobre o resultado da partida, o técnico considerou o empate positivo, por manter a equipe a cinco jogos sem perder, três vitórias e dois empates. Ele quer foco nos dois pontos que restam para o time atingir o objetivo estipulado para se livrar da queda.

- Importante, cada momento, um ponto aqui e outro ali, acho que em razão da dificuldade que a equipe vinha tendo, mantemos uma regularidade, buscando pontos fundamentais, tivemos chance de ampliar o resultado, mas num todo, no que foi apresentado nos 90 minutos, o empate foi justo pelo o que proporcionaram Vasco e São Paulo - afirmou.

- Buscamos os 3 pontos, mas no segundo tempo o Vasco melhorou. Houve um desgaste grande pelo jogo na quinta. Mas saí satisfeito pelo o que o time vem produzindo, jogando de uma maneira segura, esse era o momento que a gente queria que chegasse. São 5 jogos de invencibilidade. Vamos buscar algo a mais quando estivermos tranquilos em relação a Z4 - completou o treinador.

LANCE!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade