PUBLICIDADE

Dono do Liverpool pede desculpas aos torcedores por ter colocado o time na Superliga: 'Sinto muito'

Clube divulgou nota oficial com um vídeo do mandatário assumindo total responsabilidade pelo ocorrido

21 abr 2021 12h33
| atualizado às 12h44
ver comentários
Publicidade

Poucos dias após a criação e fim da Superliga, o dono do Liverpool, John Henry, veio à público se desculpar com seus torcedores. O mandatário se colocou como responsável por todo o ocorrido.

Torcedores do Liverpool protestam contra a criação da Superliga (AFP)
Torcedores do Liverpool protestam contra a criação da Superliga (AFP)
Foto: Lance!

- Quero pedir desculpas a todos os fãs e apoiadores do Liverpool Football Club pela perturbação que causei nas últimas 48 horas. Nem é preciso dizer, mas é preciso dizer que o projeto proposto nunca ficaria sem o apoio dos fãs. Ninguém jamais pensou de forma diferente na Inglaterra. Nessas 48 horas, você deixou muito claro que isso não aconteceria. Nós ouvimos você. Eu te ouvi - começou dizendo Henry.

John Henry também se desculpou com os jogadores e comissão técnica do Liverpool.

- E quero pedir desculpas a Jürgen, ao Billy, aos jogadores e a todos que trabalham tanto no LFC para deixar nossos fãs orgulhosos. Eles não têm absolutamente nenhuma responsabilidade por essa interrupção. Eles foram os mais perturbados e injustamente. Isso é o que mais dói. Eles amam o seu clube e trabalham para deixá-lo orgulhoso todos os dias. Eu sei que toda a equipe da LFC tem a experiência, liderança e paixão necessárias para reconstruir a confiança e nos ajudar a seguir em frente. Há mais de uma década, quando nos inscrevemos para os desafios associados ao futebol, sonhamos com o que você sonhou. E temos trabalhado muito para melhorar o seu clube. Nosso trabalho não está terminado. E espero que você compreenda que, mesmo quando cometemos erros, estamos tentando trabalhar nos melhores interesses do seu clube. Neste esforço, eu os decepcionei.

VEJA A MENSAGEM COMPLETA DO MANDATÁRIO

Quero pedir desculpas a todos os fãs e apoiadores do Liverpool Football Club pela perturbação que causei nas últimas 48 horas.

Nem é preciso dizer, mas é preciso dizer que o projeto proposto nunca ficaria sem o apoio dos fãs. Ninguém jamais pensou de forma diferente na Inglaterra. Nessas 48 horas, você deixou muito claro que isso não aconteceria. Nós ouvimos você. Eu te ouvi.

E quero pedir desculpas a Jürgen, ao Billy, aos jogadores e a todos que trabalham tanto no LFC para deixar nossos fãs orgulhosos. Eles não têm absolutamente nenhuma responsabilidade por essa interrupção. Eles foram os mais perturbados e injustamente. Isso é o que mais dói. Eles amam o seu clube e trabalham para deixá-lo orgulhoso todos os dias.

Eu sei que toda a equipe da LFC tem a experiência, liderança e paixão necessárias para reconstruir a confiança e nos ajudar a seguir em frente. Há mais de uma década, quando nos inscrevemos para os desafios associados ao futebol, sonhamos com o que você sonhou. E temos trabalhado muito para melhorar o seu clube. Nosso trabalho não está terminado. E espero que você compreenda que, mesmo quando cometemos erros, estamos tentando trabalhar nos melhores interesses do seu clube. Neste esforço, eu o decepcionei.

Mais uma vez, sinto muito, e só eu sou responsável pela negatividade desnecessária apresentada nos últimos dias. É algo que não vou esquecer. E mostra o poder que os fãs têm hoje e com razão continuarão a ter.

Se há uma coisa que esta pandemia horrível mostrou claramente, é como os fãs são cruciais para o nosso esporte e para todos os esportes. É mostrado em todos os estádios vazios. Foi um ano incrivelmente difícil para todos nós; praticamente ninguém não afetado. É importante que a família do futebol do Liverpool permaneça intacta, vital e comprometida com o que vimos de você globalmente, com gestos locais de gentileza e apoio. Posso prometer que farei tudo o que puder para promover isso.

Obrigado pela atenção.

Lance!
Publicidade
Publicidade