8 eventos ao vivo

Ao L!, Wagner almeja acesso e título da Série B com Juventude

Com passagens por grandes clubes do futebol brasileiro, Wagner aceitou o desafio de levar o Ju de volta à elite do futebol nacional

18 out 2020
18h29
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O meia Wagner chegou ao Juventude em setembro e demorou para estrear, mas desde que entrou em campo justificou a contratação. O jogador, de 35 anos, marcou o seu primeiro gol pelo clube gaúcho contra o CRB, pela Copa do Brasil, e ajudou a equipe se classificar às oitavas de final da competição. Ao LANCE!, o meio-campista celebrou o primeiro tento e a boa fase do time.

Wagner desencantou com a camisa do Ju contra o CRB, na Copa do Brasil (Foto: Arthur Dallegrave/Juventude)
Wagner desencantou com a camisa do Ju contra o CRB, na Copa do Brasil (Foto: Arthur Dallegrave/Juventude)
Foto: Lance!

- Foi muito importante esse primeiro gol porque dá mais confiança e moral, te deixa mais a vontade para o decorrer da temporada. Quando a gente marca, se sente mais forte e preparado. Além disso, também pela importância da Copa do Brasil, porque nos deu uma vantagem contra o CRB - disse Wagner, que ressaltou que o período parado por conta da burocracia ajudou para manter a forma física e retornar preparado.

- Esse período (30 dias) foi essencial para manter a parte física e dar suporte na preparação, para quando fosse regularizado simplesmente chegar em campo preparado e ajudar da melhor maneira possível. Esse período parado foi importante para me preparar melhor e chegar forte para jogar - completou.

Sem disputar a Série A do Brasileirão desde 2007, o Juventude busca retornar a elite nacional após uma década de reconstrução. Atualmente, o Ju está em 5º lugar com 24 pontos, apenas três pontos atrás da Ponte Preta, 4º colocada, com 27. Com passagens por gigantes como Cruzeiro, Fluminense e Vasco, o meia Wagner sonha em levar o clube gaúcho de volta à primeira divisão e também almeja o bicampeonato da Série B.

- É o nosso principal objetivo do ano (conseguir o acesso). Ainda tem muito campeonato pela frente, temos que nos manter ali em cima e, no momento certo, temos que dar aquela arrancada para permanecer entre os quatro e, se possível, em primeiro. Se não conseguirmos ser campeões, temos que conseguir o acesso porque é a nossa principal meta do ano e estamos trabalhando para alcançar esses objetivos - afirmou o jogador.

Wagner assinou contrato de produtividade com o Juventude e o vínculo é válido até o fim da Série B do Campeonato Brasileiro. O jogador, no entanto, prefere não pensar no futuro e foca apenas no momento com o clube gaúcho.

- Tenho contrato até o final da Série B. Para o futuro, ainda não penso nada. Somente em cumprir o contrato e estar vivendo o dia a dia, partida a partida. Depois no término do campeonato, pensaremos sobre o que virá pela frente. O mais importante agora é o Juventude e tenho que dar meu máximo para conseguir meus objetivos, depois a gente pensa com calma sobre o futuro - finalizou.

Após empatar sem gols com o Cruzeiro, no Mineirão, na última sexta-feira, o Juventude volta a campo somente na próxima terça-feira, contra o Avaí, às 19h15 (de Brasília), no Alfredo Jaconi, em jogo válido pela 17ª rodada da Série B. O confronto é extremamente importante para o time gaúcho, já que o Avaí está um ponto atrás do Ju na classificação e também disputa o acesso.

*Estagiário sob supervisão de Tadeu Rocha

Veja também:

Saiba o destino dos "Novos Pelés" do futebol
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade