0

Corinthians não vai jogar se volta do público for só no Rio

Presidente do Timão se manifestou em rede social na noite desta sexta-feira e tomou posição contrária ao retorno de torcedores ao estádio no Rio de Janeiro em outubro

19 set 2020
00h30
atualizado às 09h32
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Na noite desta sexta-feira, o presidente do Corinthians Andrés Sanchez firmou posicionamento forte em relação ao retorno do público aos estádios no Rio de Janeiro. Por meio de seu perfil oficial no Twitter, o mandatário alvinegro afirmou que o clube não entrará em campo, caso a liberação aconteça somente em território carioca. O dirigente quer que todos tenham direitos iguais.

Andrés Sanchez lamentou o protesto do último domingo e vê como emboscada (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)
Andrés Sanchez lamentou o protesto do último domingo e vê como emboscada (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)
Foto: LANCE!

Andrés acredita que haverá um favorecimento àqueles clubes que puderem jogar diante de seus torcedores. Dessa forma, para ele, enquanto todas não tiverem a mesma condição, nenhum time deve ter esse privilégio.

- O Corinthians só aceita a volta do público aos estádios se todos os times da Série A tiverem a mesma oportunidade, independente do estado ou cidade. Se não forem as mesmas condições pra todos, não entraremos em campo - disse.

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, nesta sexta-feira, declarou que a partida entre Flamengo e Athletico-PR, prevista para o dia 4 de outubro, poderá receber um terço do público no estádio do Maracanã. A volta dos torcedores para as arquibancadas ainda precisa passar pelo aval da CBF.

Em contato com a reportagem do GE, o presidente Andrés Sanchez disse que já comunicou para a entidade sobre o posicionamento do Corinthians.

Veja também:

Veja as principais revelações que saíram do CT do São Paulo
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade