PUBLICIDADE

Jogos de Paris

Taça dos Lagoas tem vitória do primeiro campeão olímpico da vela

Quase 100 barcos com mais de 200 velejadores de várias gerações estiveram na disputa.

12 mai 2024 - 20h54
(atualizado às 20h54)
Compartilhar
Exibir comentários
Alex Welter (Flávio Perez | On Board)
Alex Welter (Flávio Perez | On Board)
Foto: Esporte News Mundo

A Taça dos Lagos teve sua 84ª edição da realizada neste sábado (11), no YCSA - Yacht Club Santo Amaro.

A regata organizada na Represa de Guarapiranga, em São Paulo (SP), teve como vencedor o campeão olímpico Alex Welter, de 70 anos.

Quase 100 barcos com mais de 200 velejadores de várias gerações estiveram na disputa.

A prova teve ao todo 12 milhas de percurso total, com o tempo de quase 1h30 para o primeiro colocado, chamado de Fita-Azul.

A bordo de seu catamarã A Cat, o atleta do YCSA Alex Welter aproveitou as boas condições de vento na Zona Sul da capital paulista.

A largada na frente da sede do Yacht Club Santo Amaro foi no vento de popa, que bateu 15 nós de máxima na direção Nordeste.

"Faço questão de participar, é sempre uma festa, com barcos de todos os tamanhos. Correm aqui as crianças do Optimist e veleiros maiores como o HPE-25. É muito divertida. Fiquei contente em ter vencido o Fita-Azul, uma vitória que me dá muito orgulho", contou Alex Welter, que ficou com a posse do Troféu Ernesto Ribel de Fita-Azul.

Alex Welter competiu em Moscou 1980 ao lado do sueco naturalizado brasileiro Lars Björkström.

Como citado por Alex Welter, a prova contou com atletas de todas as cidades, começando pelas crianças do Optimist, que ficaram na raia mais próxima ao clube. 

A Flotilha da Garoa foi supervisionada de perto pelo campeão mundial Alexandre Paradeda, técnico do YCSA. Os alunos da Escola de Vela Robert Scheidt também estiveram presentes na prova com mais de 20 crianças do Op.

Outro destaque ficou para multicampeão pan-americano Cláudio Biekarck, que ao lado da sua tripulação histórica de Lightning com Gunnar Ficker/Marcelo Batista da Silva venceu a prova representando o YCSA. Klaus, como é conhecido, será diretor técnico da equipe Brasileira de Vela em Paris 2024.

Na Taça dos Lagos 2024, os mais experientes deram todas a volta pelas três raias da Guarapiranga, a maioria em família, como o comodoro Fábio Bodra e o filho Gui Bodra, de 9 anos, que ficaram em terceiro no Snipe. O vencedor na categoria foi Marcelo Bellotti e Gabi Bellotti, de apenas 5 anos.

"A Taça dos Lagos é um evento tradicional que é muito bonito, ele percorre todos os lagos da represa, então mais do que uma competição, é uma confraternização, uma congregação de todos os velejadores. Ter um evento desse aqui no nosso clube é muito mais legal, ainda mais em um dia lindo desse", contou Fábio Bodra, comodoro do Yacht Club Santo Amaro. 

Regata (Flávio Perez | On Board)
Regata (Flávio Perez | On Board)
Foto: Esporte News Mundo

O presidente da Confederação Brasileira de Vela - CBVela, Marco Aurélio de Sá Ribeiro, esteve presente nas dependências do YCSA prestigiando a festa.

"Um dos eventos mais tradicionais da vela brasileira, que marca o início do ano. É um evento que congrega todas as classes, todas as idades, pais e filhos, todo mundo correndo junto. Então isso é muito importante, a vela tem que lembrar sempre esse caráter, o caráter cultural, de lazer, de diversão, de comunidade, e esse evento representa tudo isso", afirmou Marco Aurélio. 

O YCSA também arrecadou alimentos não perecíveis de atletas, parentes e amigos da vela presentes nas dependências do clube, além de doações para as vítimas das enchentes do Rio Grande do Sul.

O evento teve apoio da ACESC - Associação de Clubes Esportivos e Sócio-Culturais de São Paulo. Os parceiros serão @InstitutoDevolver e ANGua - Nossa Guarapiranga.

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade