PUBLICIDADE

Jogos de Paris

Com recorde histórico no judô e estreia do vôlei masculino, veja o resumo desta segunda no Pan

Em dia dia recheado de medalhas e recorde histórico para o Brasil, o vôlei e handball masculino estrearam com vitórias tranquilas. Esta segunda-feira (30) foi marcada pela confirmação da melhor campanha brasileira na história do judô em pan-americanos. Além disso também teve ouro no surf com Tatiana Weston Webb e quebra de jejuns na esgrima. […]

31 out 2023 - 11h49
(atualizado às 15h09)
Compartilhar
Exibir comentários
Samanta Soares conquista o ouro no Pan-Americano de Santiago 2023
Samanta Soares conquista o ouro no Pan-Americano de Santiago 2023
Foto: Anderson Neves/CBJ / Esporte News Mundo

Em dia dia recheado de medalhas e recorde histórico para o Brasil, o vôlei e handball masculino estrearam com vitórias tranquilas. Esta segunda-feira (30) foi marcada pela confirmação da melhor campanha brasileira na história do judô em pan-americanos. Além disso também teve ouro no surf com Tatiana Weston Webb e quebra de jejuns na esgrima.

Surf

No primeiro ouro do dia, Tatiana Weston Webb se sagrou campeã nas águas do Chile, com vitória contra a canadense Sanoa Dempfle-Olin. Na categoria Longboard, Chloe Calmon conquistou o prata no feminino para o Brasil; e Carlos Bahia ficou com o bronze, após perder a semifinal para o chileno Rafael Cortéz.

E no SUP Surf, Luiz Diniz e Aline Adisak levaram o prata pra casa no masculino e feminino, respectivamente.

Vôlei Masculino

Os homens finalmente estrearam no vôlei masculino em Santiago. Em vitória tranquila contra a Colômbia por 3×0, as parciais foram de 25/20, 25/17 e 25/10. O destaque da partida foi Darlan, que liderou a equipe com 16 pontos. Vale lembrar que nomes populares como Bruno Rezende, Lucareli e Lucão não foram convocados e o técnico Giuliano Lima optou por jogadores mais jovens.

O Brasil não conquista o ouro no Pan desde 2011 em Guadalajara e ano passado perdeu a liderança do ranking mundial masculino após 20 anos.

Judô

Nesta segunda-feira (30), o judô brasileiro estabeleceu um novo recorde próprio no Pan-Americano, totalizando 7 ouros, 2 pratas e 6 bronzes. Os vencedores do dia foram Samanta Soares (78kg), com o primeiro lugar, Rafael Macedo (90kg) em segundo na sua categoria e com medalhas de bronze: Kayo Santos (100kg), Beatriz Souza (+78kg) e Rafael Silva (+100kg).

Atletismo

Em dia movimentado no atletismo, a grande história foi a de Eliane Martins. A atleta sofreu com câimbras, mas mesmo assim conseguiu buscar o prata, no salto em distância. O Brasil não medalhava nesta modalidade há 12 anos.

No lançamento de disco, Izabela Rodrigues e Andressa Oliveira garantiram as medalhas de ouro e prata respectivamente, com uma dobradinha brasileira. E ainda teve o prata no revezamento 4x400m para fechar o dia

Esgrima

Com as espadas, a delegação brasileira conseguiu duas medalhas e quebrou jejuns, nesta segunda (30). Alexandre Camargo conquistou o prata, superando um tabu de 48 anos sem pódio para os brasileiros na categoria. Também foi ao pódio Mariana Pistoia, com o prata na esgrima florete feminina, esta é apenas a segunda medalha brasileira na história deste estilo.

Tênis de Mesa

Esta segunda também foi o primeiro dia para a disputa do tênis de mesa. Os brasileiros também se destacaram nas disputas individuais, com 100% de vitórias. Os responsáveis pelo sucesso brasileiro no torneio foram Hugo Calderano, Vitor Ishiy e as irmãs Bruna e Giulia Takahashi.

Nas duplas mistas, Vitor Ishiy e Bruna Takahashi avançaram para a final e acabaram com o prata. O ouro ficou com a dupla cubana Daniela Fonseca e Jorge Campos, após vitória por 4 sets a 0. A ida da dupla brasileira para a final do Pan já garantiu a vaga olímpica para Vitor e Bruna.

Handball Masculino

Assim como no vôlei, a seleção brasileira masculina estreou com 'passeio' no handball. Em partida contra o México, o Brasil venceu por 51×19 na modalidade. A equipe volta a quadra amanhã contra a República Dominicana às 17:30.

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Publicidade