PUBLICIDADE

Biles diz que deveria ter abandonado a ginástica antes dos Jogos de Tóquio

27 set 2021 20h30
ver comentários
Publicidade

A ginasta norte-americana quatro vezes campeã olímpica Simone Biles disse à New York Magazine que deveria ter desistido do esporte "bem antes de Tóquio", onde sofreu com um fenômeno no qual a atleta perde a noção de espaço durante um salto por razões emocionais.

Ginasta dos EUA Simone Biles nos Jogos de Tóquio
27/07/2021
REUTERS/Dylan Martinez
Ginasta dos EUA Simone Biles nos Jogos de Tóquio 27/07/2021 REUTERS/Dylan Martinez
Foto: Reuters

A atleta de 24 anos desistiu da competição olímpica por equipes após um único salto, e depois disse que estava lutando contra um problema de perda no senso de orientação causado por um sério bloqueio mental, que a impediu de buscar um recorde de seis medalhas de ouro em uma mesma Olimpíada.

Em uma entrevista publicada nesta segunda-feira, Biles disse à publicação que enfrentou dificuldades por um quadro de ansiedade após sua chegada a Tóquio.

"Se você olhasse tudo que eu passei nos últimos sete anos, eu nunca deveria ter participado de uma outra equipe olímpica", disse Biles, citando o tempo que o ex-médico da equipe norte-americana Larry Nassar esteve em destaque na imprensa antes de ser condenado a cumprir duas sentenças de até 175 anos de prisão por abusar sexualmente de ginastas.

"Eu deveria ter desistido bem antes de Tóquio", afirmou.

Campeã mundial por 19 vezes, Biles disse a parlamentares no início do mês como as autoridades do FBI, da confederação norte-americana de ginástica e autoridades olímpicas fracassaram em impedir os abusos sexuais que ela e centenas de outras atletas sofreram com Nassar. 

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade