PUBLICIDADE

Atletas usam preto pelo conflito no Azerbaijão

Ginastas mostraram presença pelo posicionamento, mas na competição ficaram em 10º

7 ago 2021 05h38
| atualizado às 06h23
ver comentários
Publicidade

O Azerbaijão vive uma crise no país e ginastas não estão alheias a isso durante os Jogos Olímpicos de Tóquio. Já que na disputa por equipes no último sábado (07) elas usaram maiôs pretos simbolizando o luto pelos conflitos vividos na terra natal. Algo bem incomum, pois na ginástica rítmica costuma-se ver muitas cores nos uniformes.

Ginastas do Azerbaijão se apresentam com roupas pretas (LIONEL BONAVENTURE / AFP)
Ginastas do Azerbaijão se apresentam com roupas pretas (LIONEL BONAVENTURE / AFP)
Foto: Lance!

Os conflitos se devem pela disputa de Nagorno-Karabakh, pelo Azerbaijão e a Armênia. O território em sua maioria possui uma população de cultura armena, porém o espaço tecnicamente é azeri.

Apesar do destaque na posição política em defesa pela paz a equipe do Azerbaijão não conseguiu avançar na disputa em Tóquio. As meninas somaram 74.350 pontos e ficaram na 10ª posição na primeira etapa, não disputando a final. As representantes do país são: Laman Alimuradova, Zeynab Hummatova, Yelyzaveta Luzan, Narmina Samadova e Darya Sorokina.

Lance!
Publicidade
Publicidade