PUBLICIDADE

Após perder bronze em simples, Djokovic alega lesão e desiste de duplas mistas

Sérvio tira chance de Nina Stojanovic conquistar uma medalha, que fica com Ashleigh Barty e John Peers, da Austrália

31 jul 2021 12h48
ver comentários
Publicidade

Pouco tempo depois de perder a disputa pela medalha de bronze em simples nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, Novak Djokovic anunciou a sua desistência do torneio de duplas mistas. O sérvio disputaria a medalha de bronze neste sábado ao lado de Nina Stojanovic, mas justificou a sua ausência por motivo de lesão no ombro esquerdo. Com isso, a dupla australiana formada por Ashleigh Barty e John Peers ficou com o bronze.

Líder do ranking da WTA, Barty chegou a Tóquio embalada pela conquista de seu segundo Grand Slam da carreira, em Wimbledon, mas não passou da primeira rodada de simples, superada pela espanhola Sara Sorribes Tormo. Ainda assim, não desistiu do sonho da medalha, chegando também às quartas de final nas duplas femininas, ao lado de Storm Sanders, e ao bronze nas duplas mistas.

Esta é a sexta medalha olímpica na história do tênis australiano, com destaque para a parceria de Todd Woodbridge e Mark Woodforde, ouro em Atlanta-1996 e prata em Sydney-2000. A medalha mais recente havia sido o bronze de Alicia Molik, nos Jogos de Atenas, na Grécia, em 2004.

Djokovic havia perdido mais cedo neste sábado para o espanhol Pablo Carreño Busta, por 2 sets a 1, e assim ele sairá de Tóquio sem medalhas. A final de duplas mistas acontece neste domingo e terá duas parcerias do Comitê Olímpico Russo: Anastasia Pavlyuchenkova e Andrey Rublev contra os compatriotas Elena Vesnina e Aslan Karatsev.

SIMPLES FEMININO

A Suíça levou a medalha de ouro na chave de simples feminina. Na final deste sábado, a tenista Belinda Bencic, de 24 anos, superou as oscilações no duelo contra a checa Marketa Vondrosouva e conquistou seu título mais importante, vencendo os Jogos Olímpicos ao triunfar por 2 sets a 1 - com o placar final de 7/5, 2/6 e 6/3, depois de 2 horas e 27 minutos.

Campeã neste sábado em simples, Bencic pode ainda conquistar o ouro também nas duplas, novamente encarando rivais checas. Ao lado de Viktorija Golubic, com quem bateu as brasileiras Luísa Stefani e Laura Pigossi nas semifinais, ela enfrentará Barbora Krejcikova e Katerina Siniakova, as cabeças de chave 1 do torneio.

Até então apenas três mulheres conseguiram vencer simples e duplas em uma mesma edição olímpica, todas americanas. A primeira delas foi Helen Wills, em Paris-1924, e as outras duas foram as irmãs Williams - Venus, em Sydney-2000, e Serena, em Londres-2012.

A disputa pela medalha de bronze foi marcada por uma difícil virada de Elina Svitolina. Depois de ser dominada no início da partida, a ucraniana conseguiu a virada diante da casaque Elena Rybakina e venceu uma batalha de 2 horas e 24 minutos por 2 sets a 1 - com parciais de 1/6, 7/6 (7/5) e 6/4.

Estadão
Publicidade
Publicidade