PUBLICIDADE

Patinadora será porta-bandeira do Brasil em encerramento

Nascida nos EUA, Isadora Williams levará bandeira do Brasil em Cerimônia de Encerramento da Olimpíada de Inverno de 2014, em Sochi (Rússia)

22 fev 2014 08h31
| atualizado às 08h52
ver comentários
Publicidade
<p>Isadora Williams carregará bandeira do Brasil em encerramento</p>
Isadora Williams carregará bandeira do Brasil em encerramento
Foto: AFP

A patinadora Isadora Williams, 18 anos, será a porta-bandeira do Brasil na Cerimônia de Encerramento da Olimpíada de Inverno de 2014, em Sochi (Rússia). A decisão foi anunciada pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) neste sábado, um dia antes do evento no Estádio Olímpico de Fisht.

“Esta é a maior honra que eu poderia receber. Estou muito orgulhosa de ser escolhida para carregar a bandeira do meu País e para representá-lo na frente do mundo todo. Eu nunca poderia imaginar na minha vida ser porta-bandeira em uma edição de Jogos Olímpicos”, comemorou Isadora, primeira atleta a representar o Brasil na patinação artística em uma Olimpíada de Inverno.

Isadora competiu na última quinta-feira, disputando o programa curto (eliminatória) da patinação artística feminina. Apesar de empolgar o público, que aplaudiu sua apresentação em diversos momentos, ela acabou com a 30ª e última colocação - 24 patinadoras avançaram para a segunda fase da modalidade.

Apesar do mau resultado no Iceberg Skating Palace, Isadora festejou sua escolha para carregar a bandeira da delegação. “Esse é um incentivo muito grande para que eu continue patinando. Eu quero ver mais meninas brasileiras patinando e acho que posso incentivá-las também”, disse a atleta, bastante elogiada pelo chefe de missão do Brasil em Sochi, Stefano Arnhold.

“Isadora representa a nova geração de atletas de esportes de inverno do Brasil. Em Sochi, ela esbanjou simpatia, charme e carisma, conquistando a todos, não só aos integrantes da delegação brasileira. O público russo ficou encantado com ela e aplaudiu muito a apresentação no Palácio Iceberg”, disse Arnhold, presidente da Confederação Brasileira de Desportos na Neve (CBDN).

Cearenses recriam "curling" à brasileira e viram hit na web:

“A escolha de Isadora para porta-bandeira do Brasil representa as conquistas que estão por vir em Jogos de Inverno e motiva novos atletas para que busquem o esporte como exercício do respeito e da excelência”, completou. 

O Brasil enviou 13 atletas para Sochi, maior delegação da história do País em Olimpíadas de Inverno. Aos 18 anos, Isadora – nascida nos Estados Unidos, filha de um americano com uma brasileira – disputou os Jogos Olímpicos pela primeira vez. Ela compete pelo Brasil desde os 13 anos. Na cerimônia de abertura, Jaqueline Mourão, que disputou o biatlo e o cross-country, foi a porta-bandeira nacional. 

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade