6 eventos ao vivo

Torcida abraça Itália e vaia ingleses em caldeirão manauara

14 jun 2014
21h07
atualizado às 21h18
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
<p>Torcedores apoiaram a seleção italiana na Arena Amazônia</p>
Torcedores apoiaram a seleção italiana na Arena Amazônia
Foto: Mauro Pimentel / Terra

Itália fez sua estreia na Copa do Mundo de 2014 em Manaus, mas poderia muito bem estar jogando em Roma ou Milão. Isto porque, irritados com comentários vindos da Inglateterra, a adversária da noite deste sábado, os torcedores locais abraçaram a equipe azul e reforçaram o caldeirão contra a equipe britânica na Arena da Amazônia.

Quer acompanhar as notícias e jogos da sua seleção? Baixe nosso app. #TerraFutebol

A rixa já tem pelo menos seis meses. O técnico Roy Hodgson afirmou, antes do sorteio da Copa, que a capital amazonense era "a sede a ser evitada", o que irritou os manauaras. A imprensa britânica também foi dura com a cidade, reclamando do calor do local e sugerindo que jacarés poderiam aparecer nas ruas.

A preferência manauara já se fez óbvia durante a execução dos hinos nacionais. Ambos foram respeitados, mas a canção italiana foi encerrada com muitos aplausos. Com o apito inicial, começaram as vaias para a equipe inglesa sempre que ela tinha para si a posse da bola.

A antipatia aumentava com outros motivos nas arquibancadas. Os torcedores formaram uma "ola" durante o primeiro tempo, mas o movimento não era mantido quando chegava a um setor recheado de torcedores ingleses atrás do gol de Joe Hart.

Quando os atletas foram apresentados, os nomes de Andrea Pirlo e Mario Balotelli foram os mais ovacionados, e o fato se repetiu com os gols do jogo. Marchisio e Balotelli tiveram suas finalizações festejadas amplamente na Arena da Amazônia, enquanto o gol de Sturridge recebeu uma festa tímida.

Quando o placar já indicava 2 a 1 para os italianos, a torcida passou a cantar "olé" a cada passe da seleção azul. Os fãs ingleses se incomodaram e responderam com uma vaia, que foi rapidamente suprimida pelos gritos brasileiros. Os manauaras ainda foram ao delírio quando Wayne Rooney cobrou bisonhamente um escanteio aos 31min, e comemoram com gosto o apito final.

Veja também:

Veja as principais revelações que saíram do CT do São Paulo
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade