7 eventos ao vivo

Tragédia no Fla gera onda de fiscalização de CTs pelo Brasil

Ministério Público do Rio e do Ceará já solicitaram à Justiça inspeção nos alojamentos dos clubes; outros estados também estão mobilizados

12 fev 2019
12h16
atualizado às 12h24
  • separator
  • 4
  • comentários

O incêndio que provocou a morte de dez jovens atletas, na sexta-feira (8), no centro de treinamento do Flamengo, na zona oeste do Rio, deflagrou uma onda de fiscalização pelos CTs do Brasil afora. O Ministério Público do Rio e também o do Ceará já solicitaram à Justiça uma inspeção nos alojamentos dos clubes de futebol em seus respectivos Estados.

Vista aérea do local onde um incêndio deixou dez mortos e três pessoas feridas, uma delas em estado grave, no Centro de Treinamento do Flamengo
Vista aérea do local onde um incêndio deixou dez mortos e três pessoas feridas, uma delas em estado grave, no Centro de Treinamento do Flamengo
Foto: Fábio Motta / Estadão Conteúdo

O MP de São Paulo deve seguir o mesmo caminho nos próximos dias. A medida também já está na pauta de discussões dos MPs de Minas, Bahia, Pernambuco e Rio Grande do Sul, entre outros Estados, segundo o Terra apurou.

No Rio, o MP inicialmente vai dar atenção aos CTs de Vasco, Fluminense e Botafogo.

A prioridade, nesses casos, é saber se os clubes estão atendendo às exigências de segurança, em sintonia com as normas técnicas estabelecidas pelo Corpo de Bombeiros.

O trabalho vai ser feito com a colaboração das federações estaduais de futebol. No Ceará, por exemplo, clubes devem enviar fotos de suas dependências, notadamente dos alojamentos dos profissionais e de suas categorias de base, para auxiliar a fiscalização.

Na sexta (8), o fogo nos alojamentos dos meninos no Flamengo, além de ter tirado a vida de dez deles, deixou três feridos, um ainda em estado grave.

Veja também:

 

Fonte: Silvio Alves Barsetti
  • separator
  • 4
  • comentários
publicidade