0

Flamengo derrota América-MG e assume liderança do Grupo C

17 fev 2016
23h54
atualizado em 18/2/2016 às 10h21
  • separator
  • comentários

O Flamengo assumiu a liderança do Grupo C, da Primeira Liga, ao derrotar o América-MG por 1 a 0, com gol de Everton, batendo pênalti, no início do segundo tempo. A partida foi disputada na noite desta quarta-feira, no estádio Kléber Andrade, em Cariacica, no Espírito Santo. O resultado fez a equipe rubro-negra chegar aos seis pontos ganhos e praticamente garantir a vaga nas semifinais, uma vez que abriu ótima vantagem sobre os concorrentes. Foi a segunda vitória do Flamengo no torneio, uma vez que tinha derrotado o Atlético-MG, na estreia.

A vitória fez justiça ao melhor rendimento da equipe dirigida por Muricy Ramalho. O Flamengo não fez uma grande partida, mas foi sempre superior ao adversário, que entrou com uma postura muito cautelosa e, depois de sofrer o gol, encontrou muita dificuldade ao tentar reverter o resultado, o que não conseguiu. O Coelho segue com três pontos.

O jogo - Antes de completar o primeiro minuto, a torcida do Flamengo tomou grande susto. Osmar recebeu na área e mandou a bomba, mas Paulo Victor conseguiu fazer a defesa, impedindo o primeiro gol do Coelho. Após a jogada de perigo, o Rubro-negro da Gávea passou a controlar o ritmo do jogo, mas não conseguia criar lances de perigo para o goleiro João Ricardo. Muito isolado no ataque, Paolo Guerrero quase não participava da partida, limitando-se a ficar preso entre os zagueiros.

Só aos 14 minutos é que o Flamengo construiu a primeira jogada efetiva de ataque. Guerrero tabelou com Gabriel e rolou para Mancuello. O argentino bateu forte, mas a bola desviou na zaga e saiu.

Aos 22 minutos, Everton fez boa jogada individual, se livrou de dois marcadores, mas o chute saiu fraco e não levou perigo para o gol da equipe mineira.

O América marcava forte e, antes dos 20 minutos, dois jogadores já haviam sido advertidos com cartão amarelo por entradas violentas.

Aos 31 minutos, os jogadores do Flamengo pediram a marcação de um pênalti quando o lateral Rodinei cruzou e a bola bateu no braço de Danilo Barcelos, mas a arbitragem considerou que não houve irregularidade na jogada.

O jogo continuou morno. O time dirigido por Muricy Ramalho tinha mais posse de bola, mas não conseguia ameaçar o gol defendido por João Ricardo. O América mantinha uma postura defensiva e só mostrava preocupação em bloquear as investidas do adversário.

Aos 45 minutos, Guerrero foi derrubado na entrada da área, mas a cobrança do argentino Mancuello foi muito ruim. A bola encobriu o travessão defendido por João Ricardo.

O segundo tempo começou eletrizante para a torcida do Flamengo. Logo no primeiro minuto, Gabriel cruzou e a bola bateu na mão de Jonas. Apesar dos protestos dos jogadores mineiros, o árbitro marcou pênalti, que Everton converteu, aos dois minutos, colocando a equipe rubro-negra em vantagem.

Depois de sofrer o gol, o time dirigido por Givanildo Oliveira tentou adiantar suas linhas para buscar o gol do empate, mas o Flamengo exercia uma boa marcação no meio-campo e impedia que as manobras do Coelho fossem bem sucedidas.

Só aos 13 minutos é que o América apareceu na área carioca em condições de marcar, mas o goleiro Paulo Victor fez ótima defesa no chute de Osman.

Muricy tentou tornar a sua equipe mais agressiva com a entrada do atacante Marcelo Cirino no lugar do meia Mancuello. Cirino foi se juntar a Guerrero no ataque, enquanto Everton voltou para exercer a função que era desempenhada pelo meia argentino.

Sem sentir sua vitória ameaçada, o Flamengo passou a administrar a vantagem, mantendo a posse de bola, sem exercer grande pressão contra o gol americano.

Aos 30 minutos, Tiago Luis arriscou de fora da área, mas a bola saiu sem levar grande perigo. O Flamengo quase ampliou aos 36 minutos, quando Everton fez ótimo passe para Marcelo Cirino. O atacante chutou, a bola bateu em Sueliton e se chocou com o travessão. Logo depois foi a vez de Paolo Guerrero desperdiçar boa oportunidade quando recebeu na área, mas não conseguiu dominar a bola.

Nos minutos finais, o time carioca só se preocupou em fazer o tempo passar sem dar chances para que o adversário ainda tentasse uma reação.

FICHA TÉCNICA:

FLAMENGO 1 X 0 AMÉRICA-MG

Local: Estádio Kléber Andrade, em Cariacica (ES)

Data: 17 de fevereiro de 2016 (Quarta-feira)

Horário: 21h45 (de Brasília)

Árbitro: Braulio Machado (SC)

Assistentes: Nadine Schramm Câmara Bastos (SC) e Eli Alves (SC)

Cartão Amarelo: Wallace(Fla); Leandro Guerreiro, Jonas, Rafael Bastos, Hernandes, Alison(AM)

Gols:

FLAMENGO: Everton, aos dois minutos do segundo tempo

FLAMENGO: Paulo Victor, Rodinei, Wallace, Juan e Jorge; Márcio Araújo, Cuéllar, Mancuello(Marcelo Cirino), Gabriel(Willian Arão)e Everton; Paolo Guerrero(Felipe Vizeu)

Técnico: Muricy Ramalho

AMÉRICA: João Ricardo, Jonas, Alison, Sueliton e Danilo Barcelos; Leandro Guerreiro(Hernandes), Pablo, Rafael Bastos, Osman(Vítor Rangel) e Tony; Bruno Sávio(Tiago Luis)

Técnico: Givanildo Oliveira

 

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade