0

Stephens elimina algoz de Wozniacki e reencontra Keys na semifinal em Paris

Confronto será uma reedição da final do US Open de 2017

5 jun 2018
14h41
  • separator
  • comentários

A final feminina do US Open do ano passado será reeditada em uma das semifinais de Roland Garros. As norte-americanas Sloane Stephens, campeã em Nova York, e Madison Keys asseguraram a classificação nesta terça-feira ao vencerem suas rivais em sets diretos, no saibro de Paris.

Atual número dez do mundo, Stephens foi quem encontrou maior facilidade em seu duelo de quartas de final. Ela só precisou de 1h10min para superar a russa Daria Kasatkina, que vinha surpreendendo na chave. Nas oitavas, a tenista de 21 anos havia eliminado a dinamarquesa Caroline Wozniacki, campeã do Aberto da Austrália.

Mas, nesta terça, a jovem russa não resistiu ao bom ritmo da americana. Num jogo sem aces, ela cometeu duas duplas faltas e cometeu 25 erros não forçados, contra 18 da rival mais experiente. Exibindo força no saque e no fundo de quadra, Stephens fechou o jogo pelo placar de 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/1, em seu primeiro match point na quadra Philippe Chatrier.

Na semifinal, ela terá pela frente a compatriota Madison Keys, a quem venceu na final do último US Open. As duas só se enfrentaram anteriormente em apenas um jogo, também com triunfo de Stephens. As tenistas dos Estados Unidos vão disputar uma semifinal em Roland Garros pela primeira vez em suas carreiras.

Para tanto, Keys precisou vencer nesta terça a casaque Yulia Putintseva por 7/6 (7/5) e 6/4. Número 13 do mundo, Keys se destacou na partida ao disparar 30 bolas vencedoras, contra 12 da rival, atual 98ª do ranking. Exibindo consistência no saibro, algo incomum nas temporadas anteriores, a americana não colocou a vitória em risco mesmo cometendo 21 erros não forçados, contra 10 da adversária.

O triunfo levou Keys a sua primeira semifinal de um Grand Slam não disputado sobre o piso duro - ela chegou à mesma fase no Aberto da Austrália há três anos. Em grande fase na terra batida, ela soma 11 triunfos e apenas três derrotas neste giro sobre o saibro europeu. E ainda não perdeu set em Paris.

Estadão Conteúdo

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade